14:56 14 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    8421
    Nos siga no

    Rússia e a Turquia chegaram a um acordo sobre o fornecimento de segundo lote dos sistemas de defesa antiaérea S-400, declarou o chefe da Secretaria da Indústria de Defesa da Turquia, Ismail Demir.

    Em 2019 a Rússia concluiu a execução do primeiro contrato de fornecimento à Turquia de quatro divisões de sistemas S-400 no total de US$ 2,5 bilhões (R$ 12,4 bilhões).

    "Nós temos um acordo de princípio relativamente ao fornecimento do segundo lote de [sistemas] S-400. Falta realizar trabalhos técnicos de transferência de tecnologia, detalhes da produção em conjunto e roteiro", disse Demir em entrevista ao canal NTV.

    De acordo com ele, a Turquia pretende colocar em serviço os sistemas S-400 apesar do atraso devido à pandemia de coronavírus.

    "O sistema S-400 é adquirido para ser usado, ponto final. Isso tem sido repetidamente afirmado em todos os níveis do Estado, o trabalho continua", notou Demir.

    Além disso, o chefe da Secretaria da Indústria de Defesa turca disse que Ancara também "demonstra interesse pelas propostas relativas aos sistemas [de mísseis] antiaéreos Patritot [dos EUA] e Eurosam".

    "Se as propostas forem concretas, continuaremos a trabalhar com isso. Em relação aos Patriot, por enquanto não conseguimos chegar a um entendimento comum, em relação aos Eurosam, prossegue o trabalho iniciado anteriormente com França e Itália", acrescentou Demir.

    Sistema de defesa antiaérea S-400
    © Sputnik / Sergei Pivovarov
    Sistema de defesa antiaérea S-400

    Ao ter decidido adquirir da Rússia o segundo lote de sistemas de defesa antiaérea S-400, a Turquia confirmou sua soberania, desferindo um "golpe sensível" no complexo militar-industrial dos EUA, opina especialista militar russo Igor Korotchenko, chefe do Centro de Análise do Comércio Mundial de Armas.

    Apesar da constante pressão dos EUA e da OTAN, a Turquia escolheu o caminho da soberania na garantia da segurança de seu espaço aéreo. Isto é mais uma derrota dos sistemas de mísseis antiaéreos Patriot e um golpe sensível nas capacidades do complexo militar-industrial dos EUA, declarou especialista militar à Sputnik.

    Segundo Korotchenko, os motivos da Turquia são evidentes – "adquirir o melhor que há no mercado de sistemas de mísseis antiaéreos de longo alcance".

    Terem chegado a um acordo sobre o fornecimento do segundo lote dos S-400 indica que os especialistas militares turcos já completaram a capacitação operacional dos sistemas já entregues, concluiu analista militar.

    Mais:

    Lockheed Martin usa computação gráfica para simular ataques a supostos S-400 russos (VÍDEO)
    Sistemas de defesa antiaérea S-400 eliminam mísseis balísticos 'inimigos' na Rússia (VÍDEO)
    Saiba por que S-400 interessa tantos países
    Tags:
    sistemas de mísseis, Patriot, EUA, acordo militar, Turquia, Rússia, sistema de defesa antiaérea, S-400
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar