21:13 29 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    1241
    Nos siga no

    O Exército chinês conduziu um exercício militar de grande escala com paraquedistas e veículos blindados no noroeste do país, em meio a tensões com a Índia.

    A operação contou com unidades de paraquedistas, que se deslocaram da província de Hubei para a região montanhosa no noroeste da China, a muitos quilômetros de distância, informou neste sábado (6) a Televisão Central da China (CCTV).

    As manobras contaram com um grande número de equipamentos bélicos, incluindo veículos blindados e enormes lotes de suprimentos.

    Os militares chineses utilizaram o transporte civil, incluindo meios aéreos e ferrovias, para realizar a rápida implantação das forças.

    ​Vários milhares de soldados com uma brigada de paraquedistas da Força Aérea do Exército de Libertação Popular da China (PLA) levaram apenas algumas horas para manobrar do centro da província chinesa de Hubei até à região montanhosa no noroeste, em meio à tensão com a Índia.

    A operação foi completada em poucas horas, demonstrando a capacidade da China de reforçar rapidamente as suas defesas nas fronteiras do país, caso seja necessário, ressalta o jornal Global Times.

    A operação de mobilização ocorreu em meio a tensões entre a China e a Índia motivadas por problemas fronteiriços. As duas potências asiáticas mobilizaram tropas na região do Himalaia.

    Hubei foi a província mais afetada pela pandemia da COVID-19 na China, que ocorreu no início deste ano, porém se recuperou completamente e as tropas estão prontas para realizar exercícios e se preparar para o combate, afirmou a CCTV.

    Mais:

    Guerra comercial com EUA faz China impor novas barreiras a produtos brasileiros, diz economista
    Exército da China conduz exercícios navais em aviso a 'secessionistas' de Taiwan, diz mídia
    EUA poderiam impedir China de assumir liderança no comércio do Pacífico?
    Tags:
    tropas paraquedistas, paraquedistas, Exército, China, forças militares, jogos militares, militares
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar