13:39 11 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    4314
    Nos siga no

    A Força Aérea dos EUA está planejando comprar pelo menos oito mísseis que podem atingir velocidade cinco vezes superior à do som.

    O armamento, que foi exibido pela primeira vez sendo transportado por um bombardeiro B-52 durante testes da Força Aérea em junho do ano passado, devem custar US$ 1,1 bilhão (R$ 5,6 bilhões).

    Os protótipos de mísseis, que são oficialmente denominados AGM-183A Armas de Resposta Rápida de Lançamento Aéreo (ARRW na sigla em inglês), podem ser colocados em serviço em 2022.

    A notícia da planejada compra foi relatada pelo portal The Drive após Auditoria-Geral dos EUA (GAO, na sigla em inglês) – órgão fiscal do orçamento do Congresso – incluir informação detalhada em sua revisão anual dos principais programas militares dos EUA.

    Os mísseis irão se tornar as primeiras armas hipersônicas da Força Aérea dos EUA. A combinação de velocidade, manobrabilidade e altitude dos mísseis hipersônicos pode torná-los difíceis de rastrear e interceptar, tendo eles capacidade de atingir velocidades cinco vezes superiores do que a do som ou aproximadamente 6.200 km/h.

    A ARRW é um sistema hipersônico planador e consiste de um foguete e uma ogiva de planeio hipersônica.

    Depois de ser lançado de uma aeronave, o foguete acelera para velocidade hipersônica antes de liberar a carga útil da ogiva de planeio, que desliza sem gastar energia até seu alvo em velocidades hipersônicas de até Mach 20.

    Mais:

    B-52 perde parte da fuselagem em voo durante homenagem a médicos e enfermeiros nos EUA
    EUA realizaram testes bem sucedidos de armas hipersônicas, informa Pentágono (VÍDEO)
    Militares dos EUA estariam testando míssil hipersônico para Força Espacial
    Tags:
    bombardeiro estratégico, B-52, armas hipersônicas, Lockheed Martin, Força Aérea dos EUA, míssil hipersônico
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar