07:46 05 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    2201
    Nos siga no

    A empresa Uralvagonzavod, participada da Rostech, forneceu o primeiro lote de sistemas de artilharia autopropulsados MSTA-S em versão atualizada para o Ministério da Defesa russo.

    A notícia foi adiantada à Sputnik hoje (2) pelo serviço de imprensa da holding.

    "O primeiro lote de peças de artilharia autopropulsadas 2S19M1 MSTA-S, em sua nova versão dotada de maior capacidade de combate, foi hoje entregue ao Exército", informou o serviço de imprensa.

    Durante o processo de revisão total e modernização, os obuseiros MSTA-S foram equipados com um novo sistema automatizado de controle de pontaria e de tiro.

    Obuseiro autopropulsado MSTA-S passa pela Praça Vermelha durante a Parada da Vitória, 9 de maio de 2019
    © Sputnik / Aleksandr Vilf
    Obuseiro autopropulsado MSTA-S passa pela Praça Vermelha durante a Parada da Vitória, 9 de maio de 2019

    "O tempo de preparação da arma na posição de fogo foi reduzido em uma vez e meia a duas vezes, o que aumenta significativamente a capacidade de sobrevivência do veículo de combate", observou Dmitry Semizorov, diretor-geral da fábrica Uraltransmash, citado pelo serviço de imprensa.

    O MSTA-S 2S19M1 é obuseiro autopropulsado, desenvolvido pela União Soviética e fabricado posteriormente pela Rússia, projetado para destruição e supressão de baterias de morteiros, tanques, meios antitanque, de tiro e guerra eletrônica, bem como de outros objetivos.

    O sistema está igualmente preparado para eliminar postos de comando, equipamentos de defesa antiaérea e antimíssil, bem como para destruir instalações defensivas de campanha e impedir manobras de reservas de infantaria e blindados.

    Mais:

    Exército russo ensaia 'Guerra nas Estrelas' durante exercício militar (VÍDEO)
    Dia das Tropas de Mísseis e Artilharia da Rússia: espetáculo de fogo e velocidade (VÍDEO)
    Máquina do futuro: sai 1º lote do novíssimo sistema de artilharia autopropulsada russo
    Tags:
    artilharia, MSTA-S, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar