08:11 13 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    7401
    Nos siga no

    A Coreia do Norte pode reforçar suas capacidades nucleares com um novo submarino e um míssil balístico lançado de submarino (SLBM, na sigla em inglês), segundo especialistas.

    Em uma reunião da Comissão Militar Central do Partido dos Trabalhadores realizada pelo líder norte-coreano, Kim Jong-un, as partes discutiram "novas políticas para elevar a dissuasão da guerra nuclear", segundo a agência de notícias Yonhap.

    Os norte-coreanos estariam elaborando planos para o desenvolvimento de "novas armas estratégicas", como mísseis balísticos intercontinentais com alcance maior, mísseis balísticos lançados de submarinos e submarinos capazes de disparar SLBM.

    A inteligência sul-coreana afirma estar acompanhando de perto as atividades da Coreia do Norte, que revelou seus planos de lançamento de um novo submarino de três mil toneladas com capacidade de transportar três SLBM. A embarcação estaria sendo desenvolvida na costa leste do país, na base naval de Sinpo.

    "Parece que o submarino está quase pronto para ser implantado [...] Estamos observando de perto quando o Norte realizará a cerimônia de lançamento", afirma a inteligência sul-coreana.

    Atualmente, estima-se que a Coreia do Norte tenha 70 submarinos. Entretanto, a maioria deles estariam obsoletos e impróprios para operações fora das águas costeiras.

    Além disso, os norte-coreanos podem realizar novos testes do SLBM Pukguksong-3, um míssil balístico de médio alcance. Anteriormente, o míssil atingiu 450 quilômetros, voando a uma altitude máxima de aproximadamente 910 quilômetros, segundo o Estado-Maior Conjunto.

    Míssil norte-coreano aparentemente lançado de submarino, em foto publicada pela agência de notícias local KCNA, em 2 de outubro de 2019
    © REUTERS / KCNA
    Míssil norte-coreano aparentemente lançado de submarino, em foto publicada pela agência de notícias local KCNA, em 2 de outubro de 2019

    De acordo com a inteligência sul-coreana, a Coreia do Norte desenvolveu dois mísseis do tipo Pukguksong, que atingiram aproximadamente 1.300 quilômetros.

    Com isso, a inteligência da Coreia do Sul passa a acreditar em um cenário ameaçador para os EUA, estando pressionando cada vez mais para iniciar um diálogo de desnuclearização.

    Desde o rompimento das negociações sobre os programas de armas nucleares com os EUA no início do ano passado, a Coreia do Norte exibiu diversos novos mísseis, bem como testes de armas.

    Mais:

    China envia uma equipe de médicos à Coreia do Norte para assessorar Kim Jong-un
    Coreia do Norte está preparando irmã de Kim Jong-un para sucedê-lo, noticia mídia
    Coreia do Norte aumenta suas atividades militares, diz Defesa sul-coreana
    Tags:
    submarino, submarinos, arsenal nuclear, arsenal, EUA, Coreia do Sul, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar