01:47 04 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    3311
    Nos siga no

    O destróier de mísseis USS McCampbell é o sexto navio norte-americano a navegar neste ano pelo estreito "em uma missão de rotina".

    A Marinha dos EUA enviou o destróier de mísseis USS McCampbell através do estreito de Taiwan, uma semana antes da posse de Tsai Ing-wen para seu segundo mandato como presidente de Taiwan, e enquanto a China conduz exercícios navais com fogo real na costa norte.

    Segundo o Ministério da Defesa de Taiwan, o destróier da classe Arleigh Burke atravessou o estreito que separa Taiwan da parte continental da China de norte a sul "em uma missão de rotina".

    Por sua vez, a Frota do Pacífico dos EUA compartilhou imagens da passagem do destróier pela região, o sexto a navegar pelo estreito neste ano.

    ​Marinheiros dos EUA vigiam a bordo do USS McCampbell enquanto o destróier de mísseis guiados seguia adiante pelo estreito de Taiwan nesta quarta-feira (13).

    Especialistas consultados pelo South China Morning Post sugerem que a medida foi uma resposta à crescente atividade militar de Pequim na região.

    O Exército chinês organizou uma série de manobras militares, incluindo sobrevoos e passagem de navios de guerra através do estreito nos últimos meses.

    As embarcações norte-americanas "patrulham" frequentemente o estreito, bem como os mares do Sul da China e da China Oriental, alegando a necessidade de proteger a "liberdade de navegação".

    Pequim por sua vez, classifica as ações da Marinha dos EUA como uma violação de sua soberania, já que o gigante asiático considera Taiwan como parte de seu território.

    A manobra norte-americana também ocorre em um momento de tensões com a China, pois Washington acusa Pequim de reter informação sobre o SARS-CoV-2, bem como de falta de cooperação, enquanto o país asiático insiste que forneceu informação à comunidade nacional de maneira "adequada, aberta e transparente".

    Mais:

    China monitora de perto navio dos EUA no estreito de Taiwan
    China e EUA estariam próximos de um 'embate monstruoso'
    'Imoral': China reage a projeto de senadores dos EUA que pregam sanções pela COVID-19
    1° porta-aviões da fabricação da China é enviado ao estreito de Taiwan
    Tags:
    China, Taiwan, Marinha dos EUA, Marinha, destróier, navios, navio
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar