10:53 27 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    597
    Nos siga no

    Drone espião RQ-4A Global Hawk das Forças Armadas americanas foi percebido voando por diversas horas muito próximo de regiões do sul da Rússia armadas com equipamentos de defesa antiaérea.

    Na segunda-feira (27), a aeronave não tripulada dos Estados Unidos realizou missão próximo das regiões da Crimeia e Krasnodar a 16 mil metros de altitude sobre águas internacionais e entre 27 quilômetros e 60 quilômetros do território russo por sete horas.

    Um dos pontos mais próximos se deu a cerca de 27 quilômetros de Sevastopol, onde estão instalados sistemas de defesa antiaérea S-400, publicou o portal Russkoe Oruzhie.

    Em seguida, o drone RQ-4A Global Hawk foi detectado entre 37 km e 55 km das regiões russas de Belgorod, Voronezh e Rostov.

    Missão de inteligência

    De acordo com a mídia, tais voos têm como objetivo determinar a frequência de rádio usada pelos sistemas russos de defesa antiaérea instalados em regiões fronteiriças da Rússia.

    Isso explica a razão da Rússia utilizar unidades de guerra radioeletrônica para a defesa de suas comunicações e cobrir dados técnicos importantes usados nas ditas regiões.

    Além do sul da Rússia, também são frequentes voos de aeronaves de inteligência americanas perto de Kaliningrado, enclave importante no mar Báltico, e posições militares russas na Síria.

    Mais:

    Drone com alto-falante combate aglomerações no Rio durante pandemia do coronavírus
    Guarda Revolucionária do Irã pode receber drone furtivo com alcance de 2.000 km
    VÍDEO mostra drone de vigilância russo voando em condições extremas
    Tags:
    Kaliningrado, Crimeia, defesa antiaérea, inteligência, avião espião, Rússia, EUA, drone
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar