20:23 31 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    6370
    Nos siga no

    Caça polonês F-16 abaixou trem de pouso ao interceptar aeronaves russas no Báltico voando em ângulo difícil de se ver em grande altitude.

    Na ação, uma aeronave antinavio, escoltada por alguns Su-27, foi interceptada em águas neutras no mar Báltico.

    Por sua vez, o piloto do caça F-16 polonês acabou por chamar a atenção do piloto russo, autor do vídeo, enquanto inclinou para cima sua aeronave e abaixou o trem de pouso, publicou o portal Russkoe Oruzhie.

    Ao que tudo indica, o polonês teria dificuldades de manter seu voo na mesma pequena velocidade que a aeronave russa, não tendo alternativa a não ser abaixar o trem de pouso, segundo o canal do YouTube Fighterbomber.

    Na linguagem da aviação, tal manobra significa uma ordem de aterrissagem em um aeroporto indicado. Contudo, isso não teria cabimento a seis mil metros de altitude sobre águas neutras.

    A velocidade de cruzeiro da aeronave em questão era de 450 km/h. Enquanto o F-16 parecia ter dificuldade em voar a tal velocidade, os Su-27 russos voaram em condições normais.

    Mais:

    Especialista avalia vantagens e desvantagens do novo caça da FAB Gripen NG
    Polônia analisará necessidade de comprar caças F-35 devido à crise econômica emergente
    Saiba por que novíssimo caça russo Su-57 é único no mundo
    Tags:
    mar Báltico, Força Aérea da Rússia, aeronave, caça, Força Aérea, Polônia, F-16
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar