19:50 04 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    92210
    Nos siga no

    De acordo com a revista Spiegel, os EUA modernizaram secretamente suas armas nucleares implantadas em Buchel, na Alemanha, em 2019.

    A Força Aérea dos EUA transportou aproximadamente 20 armas nucleares B-61, em um avião de transporte militar C-17 Globemaster, da base aérea alemã com destino aos EUA para instalar um novo software, informa a revista citando relatório emitido em agosto de 2019.

    A aeronave pertenceria à 62ª Ala de Transporte Aéreo, que é o único esquadrão autorizado a transportar armas nucleares e seus componentes. O governo norte-americano teria informado a Alemanha pouco antes da modernização planejada.

    O armamento nuclear baseado na Alemanha faz parte do acordo de compartilhamento nuclear, entretanto, sua existência não é confirmada pelos alemães ou pelos norte-americanos.

    O acordo de compartilhamento permitiria que os membros da OTAN sem armas nucleares participassem do planejamento e treinamento para utilização de armas nucleares, segundo a agência DW.

    B-61, a bomba nuclear mais antiga no arsenal dos EUA
    Wikimedia Commons
    B-61, a bomba nuclear mais antiga no arsenal dos EUA

    A ideia de hospedar armamentos nucleares dos EUA em solo alemão não é aceito por muitos. Martin Schulz, ex-candidato ao cargo de chanceler alemão, promoveu a ideia de remover os armamentos da Alemanha durante sua campanha eleitoral.

    Já o político alemão e membro do Bundestag, Dietmar Bartsch, defendeu a remoção das armas nucleares dos EUA do país em 2019, quando o embaixador norte-americano, Richard Grenell, propôs remover as tropas norte-americanas do país.

    "O embaixador dos EUA está correto: os contribuintes dos EUA não devem pagar pelas tropas norte-americanas na Alemanha. Os contribuintes dos EUA também não precisam pagar pelo estacionamento de armas nucleares na Alemanha. Se os americanos retirarem seus soldados, deverão levar suas armas nucleares com eles", afirmou Bartsch.

    Uma resolução para remoção das armas nucleares norte-americanas do país foi aprovada pelo Bundestag em 2010.

    Mais:

    'Nossos sucessos deixam EUA nervosos': especialista militar comenta testes do míssil BrahMos
    Chancelaria russa reage a teste dos EUA de míssil proibido pelo Tratado INF
    EUA anunciam míssil 'capaz de superar' defesa aérea russa
    Tags:
    operação secreta, armas nucleares, armamentos, Alemanha, eua
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar