17:05 23 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    2220
    Nos siga no

    Os recentes exercícios dos militares russos no Distrito Militar Oriental se focaram no lançamento de foguetes guiados enquanto se esquivavam aos contra-ataques inimigos.

    O Exército russo praticou bombardeios em massa no Distrito Militar Oriental (Extremo Oriente russo) com o melhorado sistema de lançador múltiplo de foguetes (LMF) BM-21 Grad (granizo em português), demonstrando uma manobra aterradora, na qual os veículos militares dispararam e se deslocaram rapidamente, de forma a ludibriar a artilharia inimiga.

    De acordo com o diário Krasnaya Zvezda, os Grad usaram pela primeira vez o sistema de comando, controle, comunicação, computadores, inteligência, vigilância e reconhecimento (C4ISR) Strelets para calcular e coordenar rapidamente seus tiros no campo de treinamento Amur. Os alvos em que dispararam estavam a 25 quilômetros de distância.

    Os antigos BM-21 foram melhorados recentemente, atualizando o sistema de foguetes da era soviética com o sistema mais moderno Tornado-G.

    Um especialista em defesa identificou a unidade como a 38ª Divisão de Infantaria Motorizada. A unidade é famosa por ter capturado o quartel-general de campanha do marechal de campo alemão Friedrich Paulus em 1943, durante a Batalha de Stalingrado.

    Depois de dispararem seus foguetes, as tripulações dos BM-21 se deslocaram rapidamente para uma nova posição, pois em campo de batalha real o fogo inimigo em breve estaria caindo sobre o local de onde eles tinham lançado seu ataque anterior.

    Mais:

    'Carrossel de artilharia': sistemas russos Grad e Uragan destroem 'inimigo' (VÍDEO)
    Defesa russa publica VÍDEO do lançador múltiplo de foguetes Grad em ação
    Dia das Tropas de Mísseis e Artilharia da Rússia: espetáculo de fogo e velocidade (VÍDEO)
    Tags:
    Exército da Rússia, Amur, Krasnaya Zvezda, Distrito Militar Oriental, BM-21 Grad-M, Grad, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar