08:52 15 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    4189
    Nos siga no

    Nesta quarta-feira (8), caças norte-americanos interceptaram dois aviões russos Il-38 próximo ao Alasca, afirma o Comando de Defesa Aeroespacial da América do Norte (NORAD, na sigla em inglês).

    O incidente colocou os gigantes do Hemisfério Norte em uma disputa sobre o que teria ocorrido, com o Ministério da Defesa russo garantido que não houve violação do espaço aéreo norte-americano.

    ​Caças F-22, apoiados por aeronaves KC-135 Stratotanker e E-3 AWACS do Comando de Defesa Aeroespacial da América do Norte interceptaram dois aviões russos Il-38 entrando a zona de identificação de Defesa aérea do Alasca em 8 de abril de 2020

    Contudo, o serviço de imprensa do Distrito Militar Oriental comunicou que as aeronaves russas da Frota do Pacífico realizavam voos de exercício distanciados da região fronteiriça.

    O Ministério da Defesa russo reiterou repetidas vezes que a aviação russa realiza seus voos em estrito cumprimento das as regras internacionais de uso do espaço aéreo.

    O território norte-americano do Alasca possui uma grande fronteira marítima e aérea com a Rússia, presenciando intensa atividade de exercícios militares de ambos os lados da fronteira.

    Mais:

    Teste no mar é planejado para aeronave chinesa AG600
    Avião Il-38 russo realiza missão sobre águas neutras do mar do Japão
    FOTOS mostram momento em que vulcão entra em erupção no Alasca
    Tags:
    F-22, Il-38, aeronave, Rússia, Alasca, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar