11:58 06 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    13431
    Nos siga no

    O potencial de combate das Forças Armadas da Rússia mais do que duplicou desde 2012, permitindo manter a paridade estratégica com a OTAN, afirmou hoje (25) o ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu.

    "O potencial de combate das Forças Armadas mais do que duplicou até 2020, o que nos permitiu manter a paridade estratégica com a OTAN em meio a ameaças militares crescentes", disse o ministro russo em sessão do Conselho da Federação.

    Shoigu anunciou que a Rússia concluiu "a modernização da produção industrial para a produção em série do míssil balístico intercontinental pesado Sarmat".

    Segundo o ministro, a porcentagem de modernos equipamentos nas Forças de Mísseis Estratégicos da Rússia aumentará de 5% para 87% até o final do ano.

    "O apetrechamento das Forças Armadas com armas e equipamentos modernos chegou a 68,2%. Até o final do ano atingirá a meta de 70%. A porcentagem de modernos equipamentos nas Forças Nucleares Estratégicas será superior a 87%", afirmou o ministrou russo, complementando que o nível de operacionalidade dos equipamentos das Forças Armadas russas foi mantido em 94%.

    Número de militares contratados

    O general do Exército russo também informou que o número de militares contratados nas Forças Armadas russas ultrapassou os 405 mil e que o número de recrutas do Serviço Militar Obrigatório foi reduzido para 225 mil. Como comparação, há um ano atrás havia 394 mil militares contratados.

    "Nos últimos sete anos, a composição do pessoal das Forças Armadas mudou significativamente. O número de militares recrutados [do Serviço Militar Obrigatório] diminuiu para 225 mil e o número de militares contratados ultrapassou 405 mil, ou seja, mais do que duplicou."

    Formatura da Polícia Militar das Forças Armadas da Federação da Rússia na Parada da Vitória, 9 de maio de 2019
    © Sputnik / Aleksandr Vilf
    Formatura da Polícia Militar das Forças Armadas da Federação da Rússia na Parada da Vitória, 9 de maio de 2019

    De acordo com Shoigu, as patentes de sargentos e suboficiais, as unidades de forças especiais, fuzileiros navais, grupos táticos, assim como os postos relacionados com a operação de equipamentos complexos são hoje todos ocupados por militares profissionais.

    Mais:

    Marinha da Rússia irá receber 5 submarinos em 2020, afirma ministro da Defesa
    Novíssimo sistema russo de mísseis hipersônicos Avangard entra em serviço
    Forças Armadas russas vão receber sistema de defesa antiaérea S-500 neste ano
    Tags:
    potencial, Forças Armadas da Rússia, Ministério da Defesa Russo, Sergei Shoigu
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar