15:41 27 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    51224
    Nos siga no

    Os aviões Tu-142 ASW foram escoltados por caças Typhoon da Força Aérea Real britânica neste sábado (7), na "zona de interesse do Reino Unido".

    De acordo com a Força Aérea Real, os caças decolaram da base aérea de Lossiemouth, na Escócia, e da base de Coningsby em Lincolnshire.

    Os voos foram realizados estritamente em conformidade com os regulamentos internacionais do espaço aéreo.

    "Em nenhum momento essa aeronave entrou no espaço aéreo soberano do Reino Unido. As aeronaves russas foram acompanhadas por nossos Typhoons, juntamente com aeronaves QRA de nossos aliados da OTAN na Noruega e na França", afirmou representante da base aérea de Lossiemouth.

    A Força Aérea Britânica definiu o incidente como "atividades de rotina coordenadas com diversos países aliados da OTAN".

    As imagens divulgadas pela Força Aérea Britânica mostram um avião antissubmarino russo de longo alcance Tu-142 sendo escoltado por um caça Typhoon do Reino Unido.

    ​Caças Typhoon de Alerta de Reação Rápida (QRA) da Força Aérea Real decolaram hoje da base de Lossiemouth e Coningsby. Foi uma resposta de rotina a uma aeronave russa que se aproximava do espaço aéreo do Reino Unido, e foi coordenada com diversos aliados da OTAN.

    Anteriormente, duas aeronaves antissubmarino Tu-142 da Frota do Norte russa haviam sobrevoado as águas do mar de Barents, mar da Noruega e mar do Norte, bem como o oceano Atlântico, antecedendo o início dos exercícios da OTAN na Noruega.

    Mais:

    Bombardeiros Tu-22M3 voam sobre mar Negro (VÍDEO)
    Caças britânicos são enviados para interceptar bombardeiro russo perto da Escócia
    Força Aérea dos EUA pode 'aposentar' bombardeiro B-1B antes do previsto
    Tags:
    Rússia, avião militar, avião de assalto, avião de combate, avião de ataque, bombardeiros, Bombardeiro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar