21:49 04 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    171
    Nos siga no

    As Forças Armadas norte-americanas pretendem equipar suas tropas com dispositivos especiais para medir o impacto das explosões ao qual podem ser submetidos.

    Além disso, os dispositivos podem avaliar uma possível necessidade de assistência médica, segundo o Departamento de Defesa norte-americano.

    Os dispositivos podem fazer parte do equipamento individual básico e ajudariam a fornecer assistência médica aos soldados expostos a sobrecargas, mesmo que eles não apresentem sintomas inicialmente.

    Soldado dos EUA ao lado das ruínas da base de Ain al-Asad, no Iraque, em 13 de janeiro de 2020
    © AP Photo / Ali Abdul Hassan
    Soldado dos EUA ao lado das ruínas da base de Ain Al-Asad, no Iraque, em 13 de janeiro de 2020

    Cada soldado carregará três sensores, sendo um no capacete, outro no ombro e um no peito. No momento, os dispositivos estão sendo desenvolvidos e devem ser testados em operações militares daqui a 18 ou 24 meses, segundo o Business Insider. 

    "O que o medidor de explosão registra é a onda de sobrecarga, medida em libras por polegada quadrada", afirmou Kathy Lee, assistente de assuntos de saúde do Departamento de Defesa.

    "Receberemos o índice de três partes diferentes [do corpo] pelos sensores portáteis transportados pelos membros do serviço", ressaltou.

    Em janeiro, mais de 100 militares norte-americanos ficaram feridos após um ataque iraniano contra uma base dos EUA no Iraque. Agora, o Departamento de Defesa acredita que o novo dispositivo ajudará nestes casos a detectar os efetivos que devem ser retirados da zona de operações para testes adicionais.

    Mais:

    EUA revelam que ao menos 64 soldados ficaram feridos em ofensiva iraniana
    Ataque do Irã pode ter deixado mais soldados feridos do que revelação anterior dos EUA
    'Dores de cabeça, nada grave': Trump minimiza concussão cerebral de soldados dos EUA no Iraque
    Tags:
    explosão, sensor, equipamento militar, equipamento, EUA, tropas, soldados
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar