22:51 05 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    61116
    Nos siga no

    A Marinha norte-americana equipou seu navio de assalto anfíbio USS America com uma dúzia de caças F-35, segundo o comandante do Corpo de Fuzileiros da Marinha, David Berger.

    Berger também afirmou que o USS America implantou 13 caças F-35B no Pacífico Oriental em outubro de 2019, descrevendo a embarcação como "mais letal e capaz" da atualidade.

    "Vocês gostariam de ver um desses navios sair com dois esquadrões de F-35, e da próxima vez completamente dotado com MV-22 [helicópteros VTOL] e outra [unidade de fuzileiros navais] com uma combinação 50-50? Assim, você se torna imprevisível. Como vocês se defendem contra isso?", disse Berger.

    Mais uma vez, o comandante norte-americano afirmou que os novos conceitos da Marinha dos EUA visam responder ao crescente poder naval da China. Lembrando que, recentemente, a Marinha chinesa superou a norte-americana em navios de guerra, com aproximadamente 300 embarcações. Além disso, a China segue desenvolvendo e aperfeiçoando seus equipamentos avançados, bem como armas hipersônicas, defesas aéreas e navais.

    Para lidar com esse crescimento, Berger afirmou que a Marinha dos EUA deve se comprometer com a construção de navios de guerra anfíbios leves, já que os EUA não possuem esse tipo de embarcação. Com um deslocamento de 45.000 toneladas, este navio tem uma envergadura semelhante a um porta-aviões.

    Com essa classe de navios, a Marinha pretende ter uma maior força naval, mais dispersa, que possa atingir o inimigo a partir de diferentes localizações, pois hoje os grupos de ataque de porta-aviões dos EUA são vulneráveis a sistema de mísseis hipersônicos, desenvolvidos e postos em campo por países como a Rússia e a China.

    O USS America foi comissionado em 2014, projetado para transportar forças navais para operações de assalto anfíbio, utilizando helicópteros Osprey. A embarcação pode atingir 37 quilômetros por hora, transportar 1.059 oficiais e tripulantes, além de 1.700 fuzileiros. Também está preparada para enfrentar guerra eletrônica, e possui sistemas de sensores e armas antiaéreas.

    Apesar da confiança do comandante em relação aos F-35, estes caças de quinta geração ainda não demonstraram ser suficientemente confiáveis devido aos seus diversos problemas, que vão desde a precisão de suas armas, seu software de manutenção e logística, além do alto custo.

    Mais:

    Marinha dos EUA tenciona armar submarinos nucleares com canhões de laser, revela mídia
    Marinha dos EUA quer adquirir mais navios, mas não tem recursos para isso, diz contra-almirante
    Caças da Marinha dos EUA executam decolagens baixíssimas na Califórnia (VÍDEO)
    Tags:
    EUA, avião de assalto, avião de combate, avião de ataque, porta-aviões, Marinha dos EUA, Marinha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar