07:49 05 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    532
    Nos siga no

    A Força Aérea dos EUA publicou recentemente várias imagens do bombardeiro furtivo B-21 Raider, que deverá substituir o B-2 e B-1B na frota aérea do país.

    As imagens mostram o bombardeiro em hangares nas bases aéreas de Whiteman, Ellsworth e Dyess, que são as futuras bases do novo bombardeiro e que hoje abrigam os B-2 Spirit e os B-1 Lancer.

    As imagens são pouco nítidas, contudo alguns detalhes da nova aeronave podem ser vistos e permitem tirar certas conclusões sobre como será o principal bombardeiro dos Estados Unidos.

    Imagem conceitual do bombardeiro B-21 Raider na Base Aérea de Ellsworth
    Northrop Grumman
    Imagem conceitual do bombardeiro B-21 Raider na Base Aérea de Ellsworth

    Apesar da sua grande semelhança com o já existente B-2, possivelmente a aeronave mais cara da história, o B-21 Raider demonstra também certas diferenças. Estre as mais evidentes são as suas dimensões e o peso, como prova um trem de aterrissagem menos robusto, com duas rodas em vez de quatro.

    Este fato confirma os rumores que circulam entre os especialistas da aviação militar, de acordo com os quais o novo bombardeiro seria entre 40% ou 50% mais leve que B-2.

    Bombardeiros B-2 Spirit, B-1B e B-52 sobrevoando Afeganistão (foto do arquivo)
    © AFP 2020 / HO/USAF
    Bombardeiros B-2 Spirit, B-1B e B-52 sobrevoando Afeganistão (foto do arquivo)
    Outro aspecto diferente exibido nas imagens é o bordo de ataque do avião – a parte dianteira da asa, onde se concentra a maior pressão aerodinâmica. Neste caso, a área se estende por toda a aeronave. Ao contrário do B-2, com um bordo de ataque muito afiado, o B-21 Raider apresenta um design da asa mais arredondado, por isso o avançado bombardeiro não terá o "bico de falcão" característico do B-2, escreve The Aviationist.

    Olhando com mais atenção para as imagens, se pode ver que as gôndolas dos motores do novo bombardeiro são mais próximas à cabine e que as entradas de ar têm uma forma diferente. Além disso, há diferenças na abertura dos compartimentos do trem de aterrissagem.

    Mais:

    Saiba mais sobre futuro bombardeiro estratégico invisível dos EUA B-21 Raider
    Será o bombardeiro nuclear americano B-21 Raider uma ameaça para Rússia?
    Tags:
    B-2 Spirit, Estados Unidos, B-21, bombardeiro estratégico, Força Aérea dos EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar