18:07 28 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    11464
    Nos siga no

    Presente em mais de 40 países, participou de dezenas de guerras e conflitos militares, possui caraterísticas táticas e técnicas notáveis – 70 anos atrás decolou pela primeira vez o protótipo do caça soviético MiG-17.

    A União Soviética construiu oito mil caças e mais três mil foram construídos sob licença fora do país. Os MiG-17 eram rápidos, manobráveis e levavam a bordo equipamento militar poderoso. A Sputnik preparou uma matéria sobre os lugares onde combateram esses notáveis caças soviéticos.

    Guardando os céus

    Os primeiros MiG-17 entraram em serviço em 1951. Foram logo incluídos no sistema de defesa antiaérea, tal como os MiG-15 anteriores. Nesses anos, a União Soviética ainda tinha falta de meios de defesa antiaérea e os aviões de inteligência do inimigo provável violavam com frequência o espaço aéreo do país.

    A primeira vitória dos MiG-17 ocorreu em 1953, quando um avião estadunidense RB-50 realizava uma missão de reconhecimento sobre o Cazaquistão. O avião foi detectado e dois caças soviéticos decolaram para interceptação. Em resultado, os interceptores soviéticos abateram o intruso com seus canhões de calibre 23 milímetros.

    Caças MiG-17 (foto de arquivo)
    © Sputnik / Yuri Skuratov
    Caças MiG-17 (foto de arquivo)

    Em 1968, cinco caças MiG-17 interceptaram um avião de passageiros DC-8 dos EUA, que violou o espaço aéreo da União Soviética sobre as Ilhas Curilas. O intruso não reagiu aos sinais e tentou subir para uma altura inacessível para os MiG-17. Um dos caças disparou seus três canhões adiante do DC-8 e repetiu o sinal para ele aterrissar. O avião pousou em um pequeno aeródromo na ilha de Iturup.

    A bordo estavam 214 militares dos EUA que voavam para o Vietnã, inclusive três generais. Os militares estadunidenses demonstraram disciplina e obedeceram em tudo aos militares soviéticos. Depois, os EUA apresentaram desculpas à União Soviética pela violação do seu espaço aéreo e três dias depois o DC-8 foi libertado.

    Experiência no Vietnã

    Na década de 1960, a União Soviética fornecia MiG-17 ao Vietnã do Norte. Esses caças participaram de múltiplos combates com a aviação estadunidense. Durante os anos da guerra, os vietnamitas abateram 143 aviões inimigos perdendo 75 dos seus. A primeira vitória foi em 4 de abril de 1965. Quatro pilotos vietnamitas atacaram oito caças-bombardeiros estadunidenses F-105 Thunderchief sobre a cidade de Thanh Hoa. Os MiG-17 superavam os aviões do inimigo em capacidade de manobra, e por isso os pilotos abateram facilmente dois Thunderchief. Desde então, o Vietnã comemora o Dia da Aviação em 4 de abril.

    O MiG-17 foi usado frequentemente para atacar alvos terrestres e marítimos. Em 19 de abril de 1972, dois caças atacaram a frota estadunidense que fazia fogo contra a costa perto da cidade de Dong Hoi. Dois caças MiG-17 se aproximaram de dois destróieres da Marinha dos EUA, se escondendo nas nuvens, e picaram sobre um dos navios. O impacto direto de uma bomba destruiu por completo o canhão a bordo.

    Sem perdas

    MiG-17 foram usados por países árabes em muitos conflitos militares no Oriente Médio. O caça debutou durante a Crise de Suez em 1956. Os principais inimigos dos aviões de fabricação soviética eram os caças franceses MD 454 Mystère e MD 450 Ouragan da Força Aérea de Israel. O MiG obteve várias vitórias aéreas sem perdas do seu lado.

    No início da década de 1960, a União Soviética entregou alguns MiG-17 à Coreia do Norte. Em 1961, um caça F-86 Sabre da Força Aérea da Coreia do Sul violou o espaço aéreo da Coreia do Norte. Dois caças MiG-17 logo apanharam o intruso e após um curto combate acertaram no F-86. O caça tentou realizar uma aterrissagem forçada na base aérea de Gunsan, mas caiu.

    A Coreia do Norte é o único país que ainda tem hoje em serviço caças MiG-17F, ou melhor, suas cópias chinesas J-5. O avião, que decolou pela primeira vez 70 anos atrás, ainda é capaz de combater.

    Mais:

    Equipado até os dentes: como será novo caça russo Su-57 de 5ª geração
    Pentágono descobre centenas de falhas no caça F-35, aponta relatório
    Polônia assina acordo de compra de caças F-35 dos EUA
    Tags:
    soldados soviéticos, União Soviética, caças, MiG-15
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar