16:11 29 Março 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    11475
    Nos siga no

    O caça Chengdu J-20 foi o primeiro caça de quinta geração considerado pronto para combate fora dos EUA e, desde então, sua produção está sendo realizada em uma escala crescente na China.

    De acordo com fontes ligadas à Força Aérea do país, o gigante asiático teria produzido mais de 100 aeronaves, que teriam sido e continuam sendo modernizadas com novos sistemas de guerra eletrônica, capacidade furtiva e motores WS-10C.

    Apesar de ser comparado ao caça norte-americano F-22 Raptor, a aeronave chinesa apresenta eletrônicos e aviônicos mais modernos, o que eleva sua superioridade.

    O J-20 teria sido integrado à Força Aérea chinesa há pouco tempo, segundo o porta-voz da Força Aérea, Shen Jinke.

    Caça chinês J-20, com tecnologia stealth
    © flickr.com / Times Asi
    Caça chinês J-20, com tecnologia stealth

    Além das modernizações tecnológicas, o caça também poderá contar com quatro mísseis ar-ar de médio alcance PL-15 e um míssil de curto alcance PL-10.

    A aeronave estaria sendo integrada em grande número nas posições da linha de frente da Força Aérea chinesa e pode ser utilizada contra as investidas de Taiwan, EUA e Japão na região, segundo a Military Watch.

    O caça chinês J-20 foi mostrado pela primeira vez ao público no Salão Aeronáutico de Zhuhai em novembro de 2016 e, desde então, o número de aeronaves voando em treinamento está sendo elevado gradualmente.

    Mais:

    China revela maior formação de caças furtivos J-20 durante celebração militar (VÍDEO)
    VÍDEO revela detalhes do novo caça J-20 chinês
    Bolton acusa China de 'roubo' de tecnologias do F-35 para caça chinês
    Tags:
    China, Força Aérea, avião de assalto, avião de combate, avião de ataque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar