12:27 14 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    91219
    Nos siga no

    Em 2019, diversos países europeus começaram a discutir uma "missão marítima de segurança" no golfo Pérsico após aumento de tensões entre Reino Unido e Irã. Porém, a iniciativa aparentemente havia sido interrompida.

    França, Portugal, Alemanha, Bélgica, Dinamarca, Itália, Grécia e Países Baixos expressaram apoio político para realização de uma missão naval europeia no estreito de Ormuz, anunciou o Ministério das Relações Exteriores da França nesta segunda-feira (20).

    Desde o ano passado, Paris vem pressionando nações para criação de uma coalizão de segurança marítima liderada pela Europa no golfo Pérsico, após ter recusado a assinar acordo de uma coalizão semelhante com os Estados Unidos.

    Enquanto isso, Reino Unido, Albânia, Arábia Saudita e Bahrain se juntaram à coalizão liderada pelos Estados Unidos, anteriormente batizada como Operação Sentinela, com Israel providenciando um apoio não especificado. A operação foi encarregada de proteger embarcações transitando pela rota comercial.

    As tensões no golfo Pérsico recomeçaram a escalar em maio de 2019 após o anúncio de que os Estados Unidos enviariam um grupo de porta-aviões à região para conter "ameaça iraniana" aos interesses norte-americanos.

    Cerca de um quarto de toda a produção mundial de petróleo é transportado diariamente pelo golfo Pérsico, tornando-o uma das principais artérias da economia mundial. Qualquer incremento de tensões entre Irã e Estados Unidos leva rapidamente a um aumento no preço do barril de petróleo.

    Tags:
    golfo Pérsico, França, Estreito de Ormuz, Irã, Portugal
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar