02:47 20 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    12179
    Nos siga no

    Testes realizados há dias da nova versão do sistema de defesa antiaérea, usando interceptores Tamir, tiveram taxas de sucesso de 100%, devendo poder enfrentar ataques militares mais sofisticados.

    Israel está recebendo em serviço uma versão melhorada do sistema de defesa antimíssil Cúpula de Ferro (Iron Dome em inglês), depois de estar operacional desde março de 2011, relata o portal militar The Drive.

    O Ministério da Defesa de Israel diz que o modelo antigo da Cúpula de Ferro interceptou cerca de 85% de todos os alvos que enfrentou ao longo de sua história operacional.

    No entanto, devido a relatos de um incidente em novembro de 2019 na Faixa de Gaza, durante o qual seções de busca e fusíveis de um interceptor Tamir haviam caído largamente intactas após um ataque com foguetes do Hamas, o autor do artigo também sugere adicionar um rastreador de imagem em infravermelho ao interceptor, que permitiria encontrar o alvo no caso de um ataque de interferência.

    ​Parte de um interceptor Tamir da Cúpula de Ferro caiu na Faixa de Gaza.

    A publicação então sugere que uma forma de Israel se proteger dos ataques cada vez mais sofisticados com foguetes e mísseis do Hamas e Hezbollah seria usar sistemas de busca multimodo e integrá-los no Tamir, nome do míssil da Cúpula de Ferro.

    A versão melhorada

    Provavelmente como resposta a estes fatores, Israel conduziu testes da versão modernizada da Cúpula de Ferro no domingo (12), em um local desconhecido, durante os quais derrubou com sucesso todos os alvos simulados.

    A arma deverá permitir enfrentar diversas "ameaças" tais como, mas não só, foguetes e mísseis com capacidades cada vez melhores, ou o perigo crescente representado por drones, segundo as autoridades israelenses.

    A fabricante da arma, Rafael, que colaborou nos testes, também está satisfeita com os resultados.

    "Completamos uma série de testes com uma taxa de sucesso de 100%. O sistema interceptou todas as ameaças, que foram simuladas em uma área segura para objetivos do experimento", disse o vice-presidente da Rafael, Pini Yungman, em uma declaração.

    A alta taxa de sucesso da Cúpula de Ferro já levou o Exército dos EUA a anunciar no último ano que iria comprar duas baterias do sistema de defesa antimíssil e também a expressar a possibilidade de comprar mais parcelas no futuro.

    Mais:

    Casa Branca promete reagir caso Coreia do Norte teste mísseis de longo alcance
    Defesa revela quando serão realizados testes dos novíssimos sistemas S-500
    Coreia do Norte anuncia retomada de testes nucleares
    Tags:
    testes, sistema de mísseis, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar