14:01 15 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    10482
    Nos siga no

    A publicação alemã Handelsblatt considera que com o porta-aviões Moskva, a frota russa poderá realmente competir com a Marinha dos EUA.

    "Suas dimensões são impressionantes: mais de 300 metros de comprimento e 65 metros de altura. O calado é de quase 11 metros e desloca cerca de 80 mil toneladas. É equipado com quatro reatores nucleares com capacidade de 305 megawatts cada, o que lhe permitirá atingir 55 quilômetros por hora", escreve Handelsblatt, jornal líder de negócios alemão, especializado em comércio e economia.

    Assim, o navio pode transportar até 70 aeronaves e helicópteros. Além disso, o porta-aviões pode ser equipado com mísseis balísticos Kinzhal e de cruzeiro hipersônicos Tsirkon, que a publicação apelida de "armas milagrosas".

    É referido igualmente no artigo que apesar do lançamento do porta-aviões Моskva (Moscou) estar previsto somente para 2030, não é de excluir que a data seja antecipada.

    "Nos últimos anos, as ambições do Kremlin em matéria de política externa e de segurança aumentaram significativamente. Na Síria, a liderança russa já logrou uma base naval e agora espera obter uma outra na Líbia", observa o autor.

    Jornal adianta que, do ponto de vista técnico, com esse navio a Marinha russa não seria pior do que a americana, que manteria apenas uma vantagem quantitativa.

    Mais:

    OTAN promete responder à implantação dos sistemas Iskander-M russos dotados com novo míssil
    Reveladas novas caraterísticas do futuro bombardeiro estratégico russo de 6ª geração
    'Marinha dos EUA deve estar preocupada' com novos submarinos russos, diz National Interest
    Tags:
    Alemanha, EUA, porta-aviões, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar