21:09 07 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    7371
    Nos siga no

    O complexo perspectivo de aviação de longo alcance russo PAK DA terá seu início de fabricação em série em 2027, informa mídia russa.

    De acordo com os contratos entre o Ministério da Defesa da Rússia e a montadora Tupolev, citados pelo jornal russo Izvestia, as provas preliminares estão planejadas para abril do ano de 2023 e as provas governamentais serão realizadas em fevereiro de 2026.

    Segundo o contrato, devem ser produzidos três protótipos do bombardeiro de sexta geração, cuja tripulação será constituída por quatro membros.

    Para os primeiros complexos PAK DA serão feitos 12 assentos ejetores. A criação destes e a preparação para a produção em série vão custar cerca de R$ 34 milhões.

    O avião terá uma maior autonomia de voo sem reabastecimento, em comparação com o Tu-160, e será capaz de portar uma maior carga útil de combate.

    Um dos bombardeiros estratégicos russos Tu-160 na base aérea de Waterloof, na África do Sul
    © AP Photo /
    Um dos bombardeiros estratégicos russos Tu-160 na base aérea de Waterloof, na África do Sul

    Além de munições convencionais e nucleares, os PAK DA serão equipados com armas hipersônicas e mísseis da classe ar-ar.

    O novo bombardeiro será projetado usando tecnologia stealth e será quase invisível para os radares do inimigo.

    Mais:

    Novas armas são desenvolvidas para caças Su-57 da Rússia
    Ministério da Defesa da Rússia adquire bombardeiros Su-34 modernizados
    Pentágono envia bombardeiros B-52 para oceano Índico
    Tags:
    Rússia, PAK DA, bombardeiros, bombardeiro estratégico
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar