00:49 28 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    281425
    Nos siga no

    De acordo com John Hyten, general da Força Aérea dos Estados Unidos e vice-chefe do Estado-Maior Conjunto dos EUA, os EUA devem acompanhar o rápido desenvolvimento da Rússia e da China.

    "Temos de olhar para a China e para a Rússia e para a velocidade a que se movem", disse John Hyten.

    "A China, em particular, está se movendo incrivelmente rápido. Portanto, temos que nos certificar de que nos desenvolvemos tão rápido ou mais rápido que nossos adversários potenciais", disse Hyten em uma entrevista divulgada no site do Pentágono.

    De acordo com o general, o exército dos EUA "está na frente na maioria dos parâmetros", no entanto, essa vantagem não terá valor se o inimigo "estiver se desenvolvendo mais rápido".

    Marinheiros iranianos fazem cerimônia de recebida do navio de patrulha russo Yaroslav Mudry durante exercícios navais conjuntos do Irã, Rússia e China. Foto tirada em 27 de dezembro de 2019
    Marinheiros iranianos fazem cerimônia de recebida do navio de patrulha russo Yaroslav Mudry durante exercícios navais conjuntos do Irã, Rússia e China. Foto tirada em 27 de dezembro de 2019

    A candidatura de John Hyten ao posto de vice-chefe do Estado‑Maior Conjunto dos EUA foi aprovada pelos senadores em agosto passado. Antes disso, Hyten liderou o Comando Estratégico, que reúne as forças nucleares, defesa antimíssil e forças espaciais.

    Mais:

    Pentágono: EUA vão tomar todas as medidas necessárias para responder a ataques do Irã
    Exército dos EUA permanece 'preparado e pronto' após ataques iranianos, declara Pentágono
    Militares sauditas em treinamento nos EUA serão expulsos pelo Pentágono, diz mídia
    Tags:
    desenvolvimento, Pentágono, EUA, China, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar