06:43 21 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    868
    Nos siga no

    A nova arma, chamada Light Blade, funciona tanto de dia como de noite e permitirá a defesa de ataques vindos da Faixa de Gaza e do Líbano.

    O Exército israelense desenvolveu um sistema de laser capaz de abater os drones e balões incendiários que as milícias palestinas e do Hezbollah disparam regularmente da Faixa de Gaza e do sul do Líbano, noticiou a emissora de TV Keshet 12 (Canal 12 em hebraico) de Israel.

    O sistema, chamado Light Blade, foi desenvolvido pelo Exército, Polícia, pesquisadores da Universidade Ben-Gurion e engenheiros do setor privado.

    O sistema dará "uma resposta quase definitiva" aos drones, balões e pipas que carregam coquetéis Molotov e já causaram cerca de 2.000 pequenos incêndios no sul de Israel nos últimos 20 meses, disse Kobi Shabtai, chefe do corpo paramilitar da Polícia de Fronteira.

    Pequenos artefatos usados pelas milícias do Hamas e do Hezbollah muitas vezes escapam ao controle dos radares israelenses, apesar de custarem pouco e poderem ser comprados pela Internet.

    O Light Blade pode ser instalado em um veículo móvel e ser operado tanto durante o dia como de noite, relata a emissora. Um modelo do sistema já foi fabricado com um custo de aproximadamente US$ 1 milhão (R$ 4,1 milhões).

    Mais:

    Israel intercepta foguete lançado de Gaza contra cidade que recebia Netanyahu
    Israel responde ao ataque e atinge instalações do Hamas na Faixa de Gaza
    Israel admite erro em ataque que matou 9 pessoas na Faixa de Gaza
    Tags:
    Líbano, laser, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar