18:44 18 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    161448
    Nos siga no

    Israel não permitirá que Irã consolide suas forças na fronteira com Síria e Iraque "mesmo pelo preço de uma confrontação", declarou o chefe do Estado-Maior do Tzahal, as Forças de Defesa de Israel.

    O general Aviv Kochavi, chefe do Estado-Maior do Tzahal, afirmou em 25 de dezembro que Israel não tenciona permitir que o Irã reforce sua posição no Iraque.

    Durante um discurso na conferência anual dedicada ao papel do Tzahal no seio da sociedade israelense, ele afirmou que a força Al-Quds, unidade de elite do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica iraniana, transfere regularmente armas destinadas ao Iraque, conforme informa a mídia Israelense.

    "Não podemos permitir que isso ocorra impunemente", expressou, acrescentando que o Iraque "se tornou uma zona desgovernada".

    Aviv Kochavi destacou que o Exército israelense se esforça "para não permitir ao inimigo se equipar com armas de alta precisão", mesmo que pagando o preço de um "confronto limitado" com Irã.

    O general também declarou que "o Irã tem progredido em seu programa nuclear" e continua a fabricar mísseis de precisão que poderiam alcançar Israel.

    Em novembro, foram divulgados diversos documentos dos serviços de inteligência iranianos revelando a influência do Irã sobre o Iraque. Dessa forma, o jornal New York Times e o portal de investigação The Intercept tiveram acesso a mais de 700 páginas de relatórios provenientes de uma fonte anônima.

    Mais:

    Líbano condena entrada de Israel em seu espaço aéreo para atacar a Síria
    Israel ataca Faixa de Gaza após lançamento de foguetes, informam Forças Armadas israelenses
    Japão sugere 'derrubar' sanções dos EUA contra o Irã, diz Rouhani
    Tags:
    forças armadas, conflito, Síria, Iraque, Irã, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar