06:09 03 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    1121
    Nos siga no

    Aviação de Longo Alcance da Rússia, ou Aviação Estratégica, que faz parte da tríade nuclear do país, acaba de completar seus 105 anos.

    No dia 23 de dezembro a Aviação de Longo Alcance da Rússia comemorou mais de um século de história e exibiu a evolução de sua força ao longo deste tempo.

    Em um vídeo feito pelo Ministério da Defesa da Rússia, aviadores da força estratégica levantaram voo e realizaram diversas manobras, enquanto bombardeios também foram mostrados no vídeo.

    Tríade nuclear

    Além do poder nuclear de mísseis lançados em terra e por meios navais, a Rússia também conta com seus bombardeiros de longo alcance capazes de despejar sobre alvos inimigos artefatos nucleares e bombas convencionais.

    A história da Aviação Estratégica russa começou na data em questão em 1914, quando foi criado o primeiro esquadrão de bombardeiros Ilya Muromets.

    Ainda durante a Primeira Guerra Mundial, tais aeronaves realizaram 400 voos e lançaram um total de 65 toneladas de bombas, sendo que durante o conflito somente uma das aeronaves foi perdida.

    Hoje, após 105 anos de evolução tecnológica, a Aviação de Longo Alcance russa conta com os bombardeiros Tu-160, Tu-95MS, Tu-22M3 e Tu-22, sendo que parte de tais aeronaves já passaram por um processo de modernização.

    Mais:

    Caças-bombardeiros Su-34 e Su-24MR treinam voos de combate aéreo na Rússia (VÍDEO)
    Bombardeiros B-1 dos EUA poderão ter voos restritos para estender vida útil
    Japão e Coreia do Sul mobilizam caças para escoltar bombardeiros estratégicos Tu-95 (VÍDEO)
    Tags:
    bomba, Rússia, aviação militar, bombardeiro nuclear, Tu-22M3, Tu-16, Tu-95
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar