05:01 21 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    715
    Nos siga no

    Os vôos dos aviões militares da OTAN nas proximidades das fronteiras russas estão se tornando mais frequentes e dobraram em 2019, em comparação com o ano anterior.

    A informação foi divulgada neste domingo pelo comandante da frota russa no Báltico, Aleksandr Nosatov.

    "Aumentaram os vôos de diversos tipos de aviões espiões [da OTAN] ao longo das nossas fronteiras marítimas e terrestres, de 578, no ano passado, para mais de 800 atualmente", disse o militar ao jornal do Ministério da Defesa da Rússia, Krasnaya Zvezda.

    "O mesmo indicador para aeronaves militares dobrou nesse período para mais de 400 vôos", completou Nosatov.

    O militar alertou que, em alguns casos, as atividades aéreas da OTAN obrigam a aviação naval da frota do Báltico a levantar voo várias vezes ao dia.

    Nosatov também lembrou que os países da OTAN realizaram cerca de 300 exercícios militares nas proximidades das fronteiras da Rússia em 2019.

    Segundo o comando da Marinha russa, a Frota do Báltico monitora constantemente as atividades militares da OTAN nas proximidades do território russo.

    Tags:
    OTAN, defesa, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar