09:27 31 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    8431
    Nos siga no

    O bombardeiro com tecnologia furtiva passará a integrar a Força Aeroespacial russa até o final do atual programa nacional de armamento.

    O bombardeiro estratégico furtivo PAK DA será adotado em serviço pela Força Aeroespacial russa até o final do atual programa de armamento, disse o vice-ministro da Defesa da Rússia, Aleksei Krivoruchko.

    "De acordo com o Programa de Armamento do Estado, até 2027 serão introduzidos modernos modelos de armamentos, equipamentos militares e especiais, não inferiores em suas características aos melhores exemplares estrangeiros, e muitos deles sem análogos no mundo. As Forças Nucleares Estratégicas serão armadas com submarinos de mísseis estratégicos Borey-A, um complexo avançado de aviação de longo alcance e sistemas de mísseis estratégicos, tanto estacionários como móveis", disse Krivoruchko.

    Segundo ele, as Forças de Defesa Aérea e de Mísseis receberam e estão planejando comprar avançados radares do sistema de alerta precoce de ataque de mísseis (do tipo Voronezh) e sistemas de mísseis antiaéreos com maior capacidade de combate (S-350, S-400 e S-500).

    Anteriormente, Krivoruchko disse que o novo avião será construído usando tecnologias furtivas. Os sistemas eletrônicos do motor principal e de reserva permitem ao bombardeiro voar até 30 horas consecutivas.

    Durante seu mandato como vice-ministro da Defesa, o atual vice-primeiro-ministro da Federação da Rússia, Yuri Borisov, informou que o mais novo bombardeiro estratégico russo PAK DA pode fazer o primeiro voo em 2025-2026 e entrar em serviço em 2028-2029.

    Mais:

    Novíssimo míssil russo Sarmat poderá ser equipado com ogivas hipersônicas de última geração
    China testa 1º navio cargueiro autônomo (FOTOS)
    Irã anuncia testes de nova geração de centrífugas IR-9
    Tags:
    Defesa, Rússia, Bombardeiro, caça
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar