17:51 05 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    14412
    Nos siga no

    O presidente chinês Xi Jinping anunciou oficialmente o segundo porta-aviões em serviço, segundo relatos da mídia local. A medida ocorre em meio a período de tensão nas relações entre EUA e China.

    Nomeado em honra à província de Shandong, a embarcação é a primeira produzida localmente e foi entregue à Marinha chinesa nesta terça-feira (17) em um porto na província de Hainan, no sul do China.

    Urgente: o primeiro porta-aviões produzido domesticamente foi nomeado Shandong e se juntou à Marinha hoje. A construção começou em 2013, a embarcação é classificada como Type 001A. A China possui dois porta-aviões agora.

    A nova embarcação marca um impulso significativo para o poder naval chinês, juntando-se aos Estados Unidos, Reino Unido e Itália, para se tornar o quarto país no mundo a possuir vários porta-aviões. Um terceiro navio do tipo está atualmente em construção.

    O porta-aviões passou por diversos testes marítimos antes de ser comissionado, incluindo manobras no estreito de Taiwan, uma área altamente sensível na região.

    Washington e Pequim vivem uma escalada de tensões, representadas principalmente por razões econômicas, porém, o crescente poderio militar chinês tem preocupado cada vez mais as autoridades norte-americanas.

    A China rapidamente desenvolve suas capacidades navais, se tornando um ator regional de peso no Pacífico.

    Mais:

    Marinha americana: EUA 'desafiam' Pequim com entrada de destróier nas águas disputadas pela China
    Marinha dos EUA teria avistado 2 navios chineses durante manobras no mar do Sul da China
    Almirante da Marinha dos EUA apela para 'ofensiva' contra Rússia e China
    Tags:
    porta-aviões, China, Marinha, Defesa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar