06:01 21 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    7150
    Nos siga no

    O país há anos que se esforça por renovar sua Força Aérea, mas até o momento não obteve sucesso. A última tentativa de comprar caças Saab AB Gripen suecos foi recusada em plebiscito popular. A sociedade suíça se mostrou contrária a este tipo de gasto militar.

    A Suíça está agora negociando com Washington a venda de vinte e dois de seus caças F-5, adquiridos dos Estados Unidos em 1978, de acordo com a Bloomberg, citando o porta-voz das Forças Armadas da Suíça.

    De acordo com a mídia, os Estados Unidos planejam disponibilizar US$ 39 milhões (R$ 158,4 milhões) para adquirir as aeronaves obsoletas, que serão usadas para exercícios de simulação de forças inimigas. No entanto, a transação ainda aguarda a definição da lei orçamentária de 2020.

    Uma vez que a lei seja assinada pelo presidente norte-americano, espera-se que o acordo com a Suíça seja finalizado, segundo a Bloomberg.

    "Se os norte-americanos desejam pegar esse ferro-velho, que o façam. É melhor do que ter os [F-5] Tiger apodrecendo em um parque de estacionamento", comentou Beat Flach, legislador do Partido Verde Liberal, em entrevista para o jornal local Sonntags Zeitung.

    A Suíça enfrenta dificuldade de modernizar sua Força Aérea após o plebiscito popular, que recusou a compra de vinte e dois caças suecos em 2014, no valor de US$ 3 bilhões (R$ 12,2 bilhões). De acordo com informações da mídia local, o Governo está agora planejando nova negociação ainda maior para comprar novos jatos no valor de US$ 6 bilhões (R$ 24,4 bilhões).

    Mais:

    Caças suíços escoltam avião com delegação presidencial da Rússia (FOTO)
    Pela 1ª vez caça secreto da URSS é revelado ao mundo (FOTO)
    Japão quer produzir caças F-35, frente às dificuldades com fabricação nos EUA
    Tags:
    caças, Força Aérea, Defesa, Suíça
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar