17:53 09 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Parte receptora da estação de radar Konteiner

    Rússia coloca em serviço 1º radar além do horizonte com alcance de 2.000 quilômetros

    © Foto / Ministério da Defesa da Rússia
    Defesa
    URL curta
    10624
    Nos siga no

    O 1º radar além do horizonte russo Konteiner, capaz de detectar alvos aéreos a uma distância de 2.000 quilômetros, já está completamente operacional, afirma o comandante do 1º Exército de Defesa Antiaérea e Antimísseis da Rússia.

    Segundo o comandante do 1º Exército de Defesa Antiaérea e Antimísseis, tenente-general Andrei Demin, o novíssimo radar além do horizonte russo Konteiner já entrou em serviço.

    "Agora podemos monitorizar em tempo real os potenciais ataques inimigos a uma distância de entre várias centenas e 2.000 quilômetros da fronteira nacional. É um radar de rastreamento contínuo para vigiar a situação aeroespacial nos setores oeste e do sul", disse Andrei Demin.

    Desde sua localização na república de Mordóvia, na zona do rio Volga, o radar além do horizonte poderá detectar saídas de aviões embarcados em navios nos mares Báltico, Negro e Mediterrâneo, assim como decolagens de aviões táticos, lançamentos em massa de mísseis de cruzeiro e até lançamentos pontuais de mísseis hipersônicos na direção da Rússia.

    "Antes não tínhamos essa informação, por isso o alerta de iminente ataque aéreo era muito menos eficaz", disse o general.

    Os radares além do horizonte, conhecidos como OTHR, por sua sigla em inglês de Over The Horizon Radar, são capazes de detectar alvos para além do horizonte graças às ondas que são refletidas na ionosfera.

    As provas operacionais de Konteiner foram iniciadas em 1º de dezembro de 2018.

    Mais:

    Sistema de defesa aérea S-400 abate 14 aviões em três minutos
    Ministério da Defesa russo libera VÍDEO de lançamento de míssil balístico intercontinental
    Casa Branca reforça segurança com sistema de defesa antiaérea (FOTO)
    Tags:
    monitorização, defesa antimísseis, defesa antiaérea, radar, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar