22:28 01 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    945
    Nos siga no

    De acordo com um relatório militar, veículos com armas laser estarão prontos para entrarem em serviço em 2022.

    Os lasers de alta energia serão instalados em blindados Stryker do Exército estadunidense, a luz emitida pela arma irá simplesmente derreter os drones e aeronaves inimigas. Apesar da potência destrutiva o gasto de energia será também elevado.

    Cada canhão de laser necessitará 50 quilowatts de potência, o que é suficiente para abastecer três casas.

    "Agora chegou o tempo para levar armas de energia direcionada para os campos de batalha" disse no relatório o tenente-general L. Neil Thurgood, diretor de armas hipersônicas, de energia dirigida, espaciais e aquisições rápidas.

    ​Exército dos EUA inicia testes da arma de laser que pode queimar drones, helicópteros e aeronaves, em preparação para sua implementação em 2022 em quatro veículos blindados Stryker.

    "O Exército reconhece a necessidade de lasers de energia direcionada como parte do plano de modernização do Exército. Já não se trata de um esforço de pesquisa ou de um esforço de demonstração, é um recurso de combate estratégico, e nós estamos no caminho certo para colocá-lo não mãos dos soldados", concluiu o tenente-general.

    O plano de utilizar armas baseadas nesta tecnologia está em desenvolvimento há vários anos, sendo que os veículos aéreos não tripulados são pequenos e ágeis e são difíceis de derrubar com armamento convencional.

    Mais:

    Antídoto contra Avangard: como EUA pretendem derrubar mísseis hipersônicos russos?
    General americano propõe defender bases dos EUA com arma de laser
    Tags:
    tecnologia militar, Stryker, aeronaves, drones, Exército dos EUA, armas laser
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar