17:46 12 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Sistema móvel de mísseis terrestres Yars durante um ensaio do Desfile da Vitória no campo de treinamento militar de Alabino, na região de Moscou.

    VÍDEO mostra instalação de míssil balístico russo Yars no silo de lançamento

    © Sputnik / Ramil Sitdikov
    Defesa
    URL curta
    6282
    Nos siga no

    O Ministério da Defesa publicou um vídeo da colocação de um míssil balístico intercontinental Yars no silo de lançamento.

    A instalação foi realizada no decorrer do rearmamento de um regimento da Divisão de Kozelsk das Forças Estratégicas de Mísseis da Rússia.

    A filmagem mostra o Yars sendo transportado em um veículo de transporte e carregamento ao longo da rodovia e instalado no silo.

    "Em 2019 foi concluído um conjunto de obras preliminares de construção e instalação em mais um regimento de mísseis que está sendo reequipado", disse em comunicado o Departamento de Informação e Mídia da entidade militar.

    A Divisão de Kozelsk, aquartelada na região de Kaluga, é a primeira das Forças Estratégicas de Mísseis a ser reequipada com o novo sistema estacionário Yars.

    O Ministério da Defesa observa que a adoção do Yars e suas versões modernizadas fortalecerá a capacidade de combate do agrupamento de ataque das Forças Estratégicas de Mísseis para superar os sistemas de defesa antimísseis e regorçará o potencial de dissuasão nuclear.

    Anteriormente foram conduzidos exercícios com mísseis Yars nos dias 15 a 17 de outubro.

    Também foi relatado que neste ano está previsto o reequipamento de quatro regimentos de mísseis das Forças Estratégicas de Mísseis com sistemas Yars.

    Mais:

    Novo submarino russo Knyaz Vladimir lança míssil balístico Bulava pela 1ª vez (VÍDEO)
    Britânicos reagem ao lançamento do míssil Bulava a partir de novo submarino nuclear russo
    Radares russos são capazes de detectar qualquer míssil balístico, afirma especialista
    Tags:
    sistema de mísseis, míssil, míssil balístico, Defesa, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar