15:22 19 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Vista lateral do sistema de mísseis antiaéreos Tor-M2DT

    Sistema de defesa antiaérea Tor-M2 é integrado na Frota do Báltico da Rússia

    © Sputnik / Vitaly Timkiv
    Defesa
    URL curta
    3151
    Nos siga no

    Novos sistemas de defesa antiaérea Tor-M2 entraram em operação no regimento de mísseis antiaéreos da Frota do Báltico da Federação da Rússia, informou o serviço de imprensa da frota.

    No total, cerca de 200 militares e mais de 20 unidades de equipamentos e armamentos participaram dos exercícios táticos.

    "Os novos sistemas de mísseis antiaéreos Tor-M2 foram recebidos pela unidade militar após a realização de exercícios de fogo real em um campo de treinamento na região de Astrakhan", informou o comunicado.

    De acordo com o serviço de imprensa, militares do regimento de mísseis antiaéreos passaram por reciclagem no centro de treinamento da cidade de Yeysk para operar os novos sistemas. Após a capacitação, os militares "realizaram os primeiros lançamentos de mísseis no campo de treinamento de Kapustin Yar".

    Sistema de mísseis Tor-M2 em parada militar na Praça Vermelha, em Moscou
    © Sputnik / Aleksei Kudenko
    Sistema de mísseis Tor-M2 em parada militar na Praça Vermelha, em Moscou

    Durante os exercícios, o sistema destruiu vários alvos de alta velocidade do tipo Saman, lançados de diferentes direções e em diversas altitudes.

    O sistema de mísseis antiaéreos Tor-M2 (na versão ártica – Tor-M2DT) é um sistema de mísseis antiaéreos para todas as condições climáticas, projetado para defesa de tropas e instalações em situação estacionária, em operações de combate e durante deslocamento.

    Mais:

    Sistema de defesa antiaérea S-400 é posto à prova na Rússia (VÍDEO)
    Sistemas russos S-400 e Pantsir-S1 participarão pela 1ª vez de exercícios no exterior (VÍDEO)
    Especialista indica para quem o sistema antiaéreo russo S-400 é 'ameaça mortal'
    Tags:
    mar Báltico, Rússia, sistema de defesa antiaérea, Tor-M2
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar