13:35 20 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Modelo da primeira bomba atômica soviética RDS-1

    Arquivos desclassificados contam como 1ª bomba atômica soviética foi produzida (FOTOS)

    © Sputnik / Maksim Blinov
    Defesa
    URL curta
    8300
    Nos siga no

    A corporação nuclear estatal russa Rosatom divulgou recentemente documentos desclassificadas relacionados com a criação e teste da primeira bomba atômica da União Soviética.

    Após os EUA terem bombardeado as cidades japonesas de Hiroshima e Nagasaki em agosto de 1945, a URSS precisou rapidamente de desenvolver a sua própria bomba atômica para manter a paridade.

    Em agosto de 1949, a primeira bomba atômica soviética, a RDS-1, de 3,35 metros de comprimento, foi testada com sucesso em um polígono na cidade de Semipalatinsk, no Cazaquistão.

    Os relatórios desclassificados, publicados na segunda-feira (21), contêm fotos dessa arma ameaçadora quando ainda era um trabalho em andamento.

    Primeira bomba atômica soviética RDS-1
    © Foto / Rosatom
    Primeira bomba atômica soviética RDS-1

    Esse ambicioso projeto se tornou uma verdadeira corrida contra o tempo para os cientistas nucleares soviéticos, que não só tinham de cumprir o prazo rigoroso do governo de Stalin, como também fazer o trabalho em condições de sigilo absoluto.

    Primeira bomba atômica da União Soviética RDS-1
    © Foto / Rosatom
    Primeira bomba atômica da União Soviética RDS-1

    O documento datilografado de três páginas instruía o diretor do projeto, Pavel Zernov, a criar o "motor a jato C (RDS)" em duas versões "com o uso de combustível pesado (C-1) e combustível leve (C-2)". Isso, na realidade, significava uma bomba nuclear com plutônio e urânio, respectivamente.

    • Documento sobre a criação da primeira bomba atômica soviética RDS-1
      Documento sobre a criação da primeira bomba atômica soviética RDS-1
      © Foto / Rosatom
    • Esquema da localização das aeronaves no momento anterior à explosão da bomba atômica soviética RDS-1
      Esquema da localização das aeronaves no momento anterior à explosão da bomba atômica soviética RDS-1
      © Foto / Rosatom
    1 / 2
    © Foto / Rosatom
    Documento sobre a criação da primeira bomba atômica soviética RDS-1

    No documento, os cientistas, que deveriam relatar mensalmente ao governo o progresso feito na bomba, eram mencionados apenas pelas primeiras letras de seus nomes e sobrenomes.

    O restante dos 45 arquivos desclassificados revelam vários estágios do programa nuclear militar, que constitui um verdadeiro tesouro para os pesquisadores que estudam o período soviético ou a história da indústria atômica.

    Entre esses relatórios estavam também os esquemas de como os aviões com equipamentos de medição, foto e vídeo deveriam ser posicionados no ar para reunir o máximo de informações sobre o teste RDS-1 em 1946.

    Mais:

    200 Hiroshimas: qual era poder destrutivo de mísseis intercontinentais soviéticos
    Terra derretida: onde foram testadas as bombas de hidrogênio mais poderosas
    Confira vestígios de explosão nuclear que até hoje existem em Hiroshima (FOTO)
    Tags:
    Bomba de Hiroshima, Rosatom, União Soviética, bomba atômica
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar