13:29 20 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Porta-aviões norte-americano USS Gerald R. Ford

    Porta-aviões americano apresenta falhas críticas em apenas 2 anos em serviço

    © AP Photo/ Marinha dos EUA / Ridge Leoni
    Defesa
    URL curta
    11171
    Nos siga no

    O porta-aviões mais sofisticado e potencialmente mais avançado da Marinha dos EUA, o USS Gerald R. Ford, já possui inúmeras falhas em apenas dois anos de serviço, segundo o Instituto Naval dos EUA.

    O navio é o líder de uma nova série de porta-aviões nucleares, escreve o instituto norte-americano.

    Uma das muitas características inovadoras do navio são os seus onze avançados elevadores eletromagnéticos que são usados para mover bombas, mísseis e outras reservas de munições até aos hangares onde estão as aeronaves. Contudo, apenas 2 dos seus 11 elevadores de armas estão em operação.

    Os elevadores mais antigos existentes na maioria dos porta-aviões do país, e em todo o mundo, operam com energia hidráulica e podem levantar aproximadamente 4.600 quilos de munições a 30 metros por minuto. Em contraste, os elevadores avançados AWE podem transportar o dobro do peso a cerca de 50 metros por minuto.

    Problemas de desenvolvimento

    A mesma solução inovadora foi implementada nas catapultas instaladas nos navios desta série.

    "Devido aos AWEs estarem sendo desenvolvidos e instalados a bordo dos navios em simultâneo, eles têm sido bancos de ensaio para identificar muitos dos problemas de desenvolvimento e produção que ainda permanecem", disse o porta-voz da Marinha americana, Danny Hernandez.

    "Estas questões exigiram ajustes físicos e aperfeiçoamento do software para tornar as operações dos AWE sustentáveis e fiáveis", complementou.

    O problema dos elevadores de armas não é o único no porta-aviões USS Gerald R. Ford.

    Caça-bombardeiro americano F/A-18F Super Hornet sobrevoa porta-aviões da Marinha dos EUA, USS Gerald R. Ford, no Atlântico
    © REUTERS / Marinha dos EUA/Erik Hildebrandt
    Caça-bombardeiro americano F/A-18F Super Hornet sobrevoa porta-aviões da Marinha dos EUA, USS Gerald R. Ford, no Atlântico

    No início do ano, foi anunciado que o navio de guerra registrou 20 falhas durante os testes de decolagem e aterrissagem dos aviões, durante a navegação. Além disso, o porta-aviões não é compatível com os caças furtivos americanos Lockheed Martin F-35.

    Mais:

    Porta-aviões dos Estados Unidos 'cai em armadilha' naval chinesa (FOTO)
    Marinha dos EUA sofre com falta de porta-aviões no Atlântico
    Acidente durante pouso danifica 4 aeronaves em porta-aviões dos EUA
    Tags:
    falha, porta-aviões, Marinha dos EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar