14:23 20 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Mark Esper, secretário de Defesa dos EUA

    Pentágono 'pressiona' OTAN para tomar medidas contra Turquia

    © REUTERS / Erin Scott
    Defesa
    URL curta
    735
    Nos siga no

    A operação turca no norte da Síria "minou" a campanha liderada pelos EUA contra os terroristas do Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia e em outros países), segundo o Pentágono.

    Por isso, o Pentágono decidiu advertir que Washington "pressionará" seus aliados da OTAN para sancionar Ancara.

    O secretário de Defesa dos EUA, Mark Esper, anunciou a retirada das forças norte-americanas do nordeste da Síria, ao mesmo tempo que considera que a ação militar turca foi "desnecessária e impulsiva".

    "Visitarei a OTAN na próxima semana em Bruxelas, onde planejo pressionar nossos outros aliados para que tomem medidas diplomáticas e econômicas coletivas e individuais em resposta às ações turcas", afirmou Mark Esper.

    Em seu comunicado, Esper anunciou que o "presidente [turco Recep Tayyip] Erdogan tem toda a responsabilidade" por "um possível ressurgimento do Daesh, possíveis crimes de guerra e uma crescente crise humanitária".

    Entre outras coisas, observou que a responsabilidade por "baixas generalizadas, refugiados, destruição, insegurança e ameaça crescente para as forças militares norte-americanas" se deve exclusivamente às ações turcas.

    Fumaça subindo sobre a cidade fronteiriça síria de Tel Abyad vista da cidade turca de Akcakale
    © REUTERS / Stoyan Nenov
    Fumaça subindo sobre a cidade fronteiriça síria de Tel Abyad vista da cidade turca de Akcakale

    Não obstante a Turquia ter avisado antecipadamente os governos da região e aliados da OTAN sobre seus planos de lançar a operação no norte da Síria, altos funcionários de Washington qualificaram a campanha como imprudente e irresponsável.

    Por sua vez, o presidente dos EUA, Donald Trump, ameaçou Ancara com sanções e anunciou o aumento de 50% nas tarifas de importação de aço.

    Mais:

    Forças de autodefesa curdas teriam libertado terroristas da prisão no norte da Síria
    Trump promete 'chegada de grandes sanções contra Turquia' em meio a ofensiva na Síria
    Trump diz que curdos podem estar liberando jihadistas na Síria
    Tags:
    aliados, OTAN, sanções, operação, Turquia, Síria, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar