13:47 14 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Veículo de Teste Orbital X-37B na Base da Força Aérea de Vandenberg (foto de arquivo)

    O que sabemos até agora da espaçonave secreta dos EUA?

    © AP Photo / Força Aérea dos EUA
    Defesa
    URL curta
    12378
    Nos siga no

    Em 7 de setembro, o mini ônibus espacial estadunidense X-37B cumpriu dois anos em órbita. Hoje em dia, ele é um dos aparelhos espaciais mais enigmáticos, dado que é conhecida muito pouca informação acerca da sua missão.

    Alguns especialistas estão seguros de que esta nave espacial persiga fins puramente militares.

    A agência espacial NASA e a empresa estadunidense Boeing começaram a realizar o projeto relacionado com a construção do X-37 no ano de 1999. No começo dos trabalhos seus fabricantes consideravam que o aparelho se dedicaria a reparar satélites localizados em uma altitude de até 700 quilômetros, mas posteriormente os militares classificaram por completo este projeto e encarregaram de sua realização a Agência de Projetos da Investigação Avançados da Defesa (DARPA, por suas siglas em inglês).

    Veículo de Teste Orbital X-37B, da Força Aérea americana, conectada ao foguete Atlas V, em Cabo Canaveral, na Flórida, EUA
    © AP Photo / John Raoux
    Veículo de Teste Orbital X-37B, da Força Aérea americana, conectada ao foguete Atlas V, em Cabo Canaveral, na Flórida, EUA

    A missão anterior desta nave espacial finalizou em maio de 2017 depois de permanecer 718 dias em órbita. Em 7 de outubro de 2017, o X-37B realizou seu quinto voo no espaço e continua lá até o dia de hoje.

    Missão secreta

    Apesar de o aparelho estar há dois anos em órbita, os especialistas só podem fazer suposições acerca das tarefas que este ônibus possa exercer no espaço. Segundo uma versão, os militares estadunidenses realizam experimentos a bordo do X-37B. Em particular, a NASA investiga a influência que tem o ambiente espacial sobre os diferentes materiais.

    O diretor do Instituto de Política Espacial, Ivan Moiseev, explicou à Sputnik que este aparelho foi criado especialmente para ser utilizado pelo Pentágono. Segundo o interlocutor da agência, o X-37B porta satélites da inteligência menores.

    Por que X-37B 'assusta' os inimigos de Washington?

    A ex-secretária da Força Aérea dos EUA, Heather Wilson, quase confirmou a designação militar desta nave espacial. Segundo a política, as insólitas capacidades de manobra do aparelho "enlouquecem" os inimigos potenciais dos EUA.

    "[...] Nossos inimigos não sabem onde estará posteriormente, já que isto ocorre no lado oculto da Terra. Sabemos que esta falta de conhecimentos os torna loucos e estou realmente contente por isso", enfatizou a funcionária citada por várias médias.

    Resposta da Rússia

    Na sua conversa com a Sputnik, Ivan Moiseev recordou que a órbita em que está colocada atualmente esta nave espacial passa por cima do equador, e é pouco provável que o aparelho mude sua posição utilizando ativamente suas características aerodinâmicas.

    "Para mudar sua inclinação e se colocar sobre a Rússia, o X-37B necessita gastar muita energia que não pode gerar por si mesmo", explica ele.

    Ademais, hoje em dia Rússia é uma das maiores potências espaciais do mundo. Seus sistemas avançados que controlam o espaço podem rastrear o voo de satélites estadunidenses e detectar com facilidade todos os seus movimentos.

    "Vigiar o X-37B é uma tarefa mais fácil para nós. É tão grande que só lhe basta virar à direita ou à esquerda e logo darmos conta disso", declarou à Sputnik o major-general das Forças Aeroespaciais da Rússia Anatoly Nesterechuk desmentindo as palavras de Wilson.

    Hoje em dia, a Rússia conta não só com satélites de vigilância, ela também dispõe de aparelhos de luta com naves parecidas com o X-37B. Estes sistemas podem as neutralizar em caso de representarem uma ameaça à sua segurança nacional.

    Mais:

    B-52 vs. Tu-95: titãs nucleares da Guerra Fria que continuam voando
    Força Aérea dos EUA investirá em aeronaves descartáveis, indica secretário
    EUA realizam 4 lançamentos de teste do míssil balístico Trident II (FOTO)
    Tags:
    X-37B, Espaço, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar