05:18 19 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Soldados do Exército dos EUA disparam de um morteiro em Candaar, Afeganistão (foto de arquivo).

    Histórica fábrica dos EUA ganha nova vida com produção de armamento pesado para Exército

    © REUTERS / Baz Ratner
    Defesa
    URL curta
    0 45
    Nos siga no

    Uma fábrica de canhões que tem produzido armamento pesado desde os tempos da Guerra Hispano-Americana no final do século XIX está renovando suas instalações para satisfazer a demanda do Exército dos EUA em armas de longo alcance e alta precisão.

    "A prioridade do Exército na artilharia de longo alcance é impulsionar a expansão de nossas capacidades de produção e conduzir os esforços de modernização", disse em comunicado Joseph Turcotte, o subcomandante da fábrica de armamento Watervliet Arsenal.

    "É imperativo que tenhamos as ferramentas necessárias para cumprir a nossa missão para o Departamento de Defesa, e este é um importante passo para concretizar esse objetivo", afirmou Turcotte.

    Obuseiro norte-americano M777 (imagem de referencia)
    Obuseiro norte-americano M777 (imagem de referencia)

    A fábrica Watervliet tem produzido armas de 16 polegadas (406 mm) usadas em todos os conflitos desde a Guerra Hispano-Americana até à primeira Guerra do Golfo.

    A Watervliet, operada e de propriedade do Exército dos EUA, transferiu a fabricação de armas para outras unidades na sequência da redução da produção militar na década de 1990, desativando a maior parte das suas instalações, informa o comunicado.

    Mais:

    Rússia está modernizando canhão do tanque T-14 Armata
    Blindados enferrujados e troca de farpas no poder marcam Dia da Independência dos EUA
    Tags:
    armamento, produção, artilharia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar