16:41 24 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    0 45
    Nos siga no

    Uma fábrica de canhões que tem produzido armamento pesado desde os tempos da Guerra Hispano-Americana no final do século XIX está renovando suas instalações para satisfazer a demanda do Exército dos EUA em armas de longo alcance e alta precisão.

    "A prioridade do Exército na artilharia de longo alcance é impulsionar a expansão de nossas capacidades de produção e conduzir os esforços de modernização", disse em comunicado Joseph Turcotte, o subcomandante da fábrica de armamento Watervliet Arsenal.

    "É imperativo que tenhamos as ferramentas necessárias para cumprir a nossa missão para o Departamento de Defesa, e este é um importante passo para concretizar esse objetivo", afirmou Turcotte.

    Obuseiro norte-americano M777 (imagem de referencia)
    Obuseiro norte-americano M777 (imagem de referencia)

    A fábrica Watervliet tem produzido armas de 16 polegadas (406 mm) usadas em todos os conflitos desde a Guerra Hispano-Americana até à primeira Guerra do Golfo.

    A Watervliet, operada e de propriedade do Exército dos EUA, transferiu a fabricação de armas para outras unidades na sequência da redução da produção militar na década de 1990, desativando a maior parte das suas instalações, informa o comunicado.

    Mais:

    Rússia está modernizando canhão do tanque T-14 Armata
    Blindados enferrujados e troca de farpas no poder marcam Dia da Independência dos EUA
    Tags:
    armamento, produção, artilharia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar