12:26 17 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    An-30B

    EUA, Canadá e Noruega vão realizar voo de observação sobre território da Rússia

    CC BY 2.0 / Papas Dos / Forças Aéreas da Rússia
    Defesa
    URL curta
    387
    Nos siga no

    Os EUA, Canadá e Noruega vão realizar um voo de observação sobre o território da Rússia entre segunda-feira e sexta-feira (26 e 30 de agosto) no âmbito do Tratado Internacional de Céus Abertos.

    "Entre 26 e 30 de agosto, no âmbito da implementação do Tratado Internacional de Céus Abertos, uma missão conjunta da Noruega, Canadá e EUA vai realizar um voo de observação sobre o território da Rússia a bordo de um avião sueco Saab 340, a partir do aeródromo de Kubinka", disse o chefe do Centro Nacional de Redução de Risco Nuclear, Sergei Ryzhkov ao jornal das Forças Armadas russas Krasnaya Zvezda (Estrela Vermelha).

    Os especialistas militares russos estarão também presentes a bordo e vão controlar o voo e o equipamento que for usado, adicionou ele.

    Segundo a informação do jornal, durante o mesmo período, os observadores russos deverão igualmente realizar um voo sobre o território da França, a bordo de um An-30B à distância máxima de 2.078 quilômetros.

    Tratado Internacional de Céus Abertos

    O Tratado Internacional de Céus Abertos foi assinado em 1992 para promover a abertura e a transparência das forças e atividades militares no período após a Guerra Fria.

    O Tratado permite aos estados membros colher informações sobre as forças e atividades militares dos outros países membros durante os voos de observação. O Tratado inclui a maior parte dos países integrantes da OTAN, a Rússia, Bielorrússia, Ucrânia e alguns outros países.

    Mais:

    Drone do Reino Unido é avistado perto da fronteira russa pela segunda vez em 2 dias
    Qual é a reação dos países ocidentais aos voos de observação russos?
    Militares russos irão realizar voo de observação sobre EUA
    Tags:
    Rússia, Canadá, Noruega, EUA, Tratado de Céus Abertos, voo de observação
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar