12:52 20 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Caça Typhoon da Força Aérea do Reino Unido (em primeiro plano) segue um caça Su-30 Flanker russo

    Defesa britânica diz ter escoltado aviões militares russos sobre Báltico por 2 vezes em 2 dias

    © AP Photo / Força Aérea Real
    Defesa
    URL curta
    1066

    O Ministério da Defesa da Rússia frisou por várias vezes que todos os sobrevoos realizados por aviões militares russos estão de acordo com as normas internacionais.

    Na terça-feira (6), o Ministério da Defesa do Reino Unido afirmou que caças Typhoon da Força Aérea Real (RAF) escoltaram cinco aeronaves militares russas sobre o Báltico durante os dois últimos dias. O Ministério da Defesa da Rússia ainda não comentou a declaração do Ministério da Defesa do Reino Unido.

    Na segunda-feira (5), caças Typhoon decolaram para escoltar um avião de transporte militar russo Antonov An-26, segundo o comunicado.

    A Força Aérea Real comentou que a missão foi prosseguida com os aviões militares do Reino Unido se dirigindo para acompanhar um bombardeiro russo Tu-142 e dois caças Su-27B.

    Typhoons da RAF escoltaram 5 aeronaves militares russas nos últimos 2 dias depois de decolar ontem e hoje, em apoio ao policiamento aéreo do Báltico pela OTAN.

    O piloto anônimo de um Typhoon, citado pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, afirmou que o An-26 mantinha "rumo a oeste perto do espaço aéreo da Estônia", enquanto o Tu-142 e os Su-27B estavam "operando para sul, perto do espaço aéreo da Lituânia".

    "Estas aeronaves que transitavam pela região do Báltico não estavam mantendo um plano de voo reconhecido nem tinham comunicado com o Controle de Tráfego Aéreo. No fim das contas, a intercepção não teve consequências e foi realizada de maneira totalmente profissional", afirmou o piloto.

    Estas escoltas aconteceram uma semana depois de um caça da RAF ter escoltado um avião de transporte militar russo Il-76 que estaria "voando ostensivamente" perto do espaço aéreo da Estônia.

    Aeronave de transporte militar russa Il-76MD durante o fórum internacional Exército 2019
    © Sputnik / Grigory Sisoev
    Aeronave de transporte militar russa Il-76MD durante o fórum internacional Exército 2019

    O Ministério da Defesa da Rússia, por sua vez, tem sublinhado por várias vezes que os aviões da Força Aeroespacial do país têm realizado suas missões de acordo com todas as normas e regulamentos internacionais.

    Os Typhoon da RAF estavam operando em apoio à missão de policiamento aéreo do Báltico pela OTAN. Antes, a aliança implantou quatro agrupamentos de combate multinacionais na Estônia, Lituânia, Letônia e Polônia, como parte da concentração de forças da OTAN para combater a "ameaça russa".

    Por sua vez, Moscou tem negado por várias vezes os planos de atacar qualquer membro da OTAN, sublinhando que a aliança espalha propositadamente o medo da "agressão da Rússia" para expandir sua presença ao longo das fronteiras da Rússia.

    Mais:

    Avião da British Airways faz pouso de emergência após motor pegar fogo (VÍDEOS)
    OTAN explica o que a levou a se expandir após Guerra Fria
    OTAN não implantará novos mísseis nucleares na Europa após fim do Tratado INF, diz secretário-geral
    Tags:
    caças, Reino Unido, Rússia, OTAN
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar