14:58 19 Novembro 2019
Ouvir Rádio
     Boeing RC-135V

    Aviões da OTAN fazem voos de reconhecimento sobre fronteiras russas

    CC0
    Defesa
    URL curta
    6210
    Nos siga no

    Aeronave de reconhecimento dos EUA foi percebida próximo à região de Kaliningrado, informou serviço de monitoramento de voo.

    Uma aeronave Boeing RC-135V Rivet Joint de inteligência eletrônica executou um voo perto das fronteiras da região russa de Kaliningrado. As informações sobre o voo foram anunciadas pelo serviço de monitoramento aéreo PlaneRadar.

    O avião decolou de uma base aérea norte-americana em direção à parte ocidental da Rússia. Às 04h55 (horário de Brasília) a aeronave foi detectada na proximidade de Kaliningrado. Após 3 horas de voo, o Boeing retornou à sua base.

    Além da aeronave norte-americana, um avião de reconhecimento sueco também se aproximou de Kaliningrado. A aproximação se deu quando o avião sobrevoou o espaço aéreo perto das fronteiras russas enquanto operava sobre o mar Báltico.

    Moscou, 10h55. Aeronave de inteligência eletrônica das Forças Armadas dos EUA (OF 38th RS/55th WG), #Boeing RC-135V Rivet Joint, número de registro 64-14846, #FLUFF59, decolou da base aérea Mildenhall (Mildenhall, EGUN), voo de inteligência ao longo da fronteira da região de Kaliningrado. #RC135 #USAF

    Recentemente os voos de aeronaves não tripuladas e de aviões de reconhecimento se tornaram mais frequentes perto das fronteiras da Rússia. Eles já foram detectados sobre o mar Negro, perto da região de Kaliningrado e na proximidade de bases russas na Síria.

    Ignorando os avisos do Ministério da Defesa da Rússia, Washington rejeita terminar suas atividades de inteligência perto das fronteiras do país.

    Mais:

    Venezuela declara ter interceptado avião espião dos EUA em seu espaço aéreo (VÍDEO)
    Guia gastronômico de Kaliningrado em 7 fotos
    Inteligência não dorme: mais um avião espião americano é avistado perto da Crimeia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar