08:19 06 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    3290
    Nos siga no

    No âmbito de manobras militares, um navio da Frota do Pacífico da Rússia disparou contra um alvo marítimo de superfície – um grande escudo naval a uma distância de mais de 60 quilômetros.

     O vídeo exibe um ataque do destróier Bystry (Rápido em russo) com um míssil de cruzeiro antinavio Moskit (Mosquito).

    O disparo foi efetuado conta um alvo que se encontrava na superfície do mar, simulando um navio inimigo, que neste caso era um grande escudo marítimo que localizado a uma distância de mais de 60 quilômetros do destróier.

    Para além disso, no comunicado emitido pelo Serviço de Imprensa da Frota do Pacífico russa destaca-se que em seguida tinha sido efetuado outro lançamento de um míssil antinavio a partir da lancha de mísseis R-24.

    Pilotos da aviação naval também marcaram sua presença em seus próprios exercícios efetuando manobras em caças de grande altitude MiG-31, assim como em um avião do sistema aéreo de alerta e controle A-50.

    Ao receber os dados sobre o lançamento dos mísseis e seus parâmetros de voo a partir do avião A-50, os caças MiG-31 iniciaram com êxito o monitoramento dos mísseis e estavam preparados, se houvesse ordem para isso, para abatê-los com mísseis ar-ar.

    Mais:

    Marinha da Rússia conduz manobras no mar Báltico (VÍDEO)
    Tags:
    manobras navais, caça russo, míssil de cruzeiro, Frota do Pacífico
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar