23:48 22 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Avião Bombardier Global Express Sentinel R.1 da Força Aérea Real do Reino Unido

    Drone do Reino Unido é avistado perto da fronteira russa pela segunda vez em 2 dias

    © Foto/ Corporal Simon Armstrong
    Defesa
    URL curta
    8510
    Nos siga no

    A operação de reconhecimento ocorre menos de 24 horas após uma missão de vigilância semelhante ter sido realizada perto da fronteira russa no mar Negro.

    Um drone de vigilância do Reino Unido foi visto voando ao longo da costa russa do mar Negro apenas um dia depois de uma aeronave semelhante ter sido avistada nas proximidades, segundo o Plane Radar.

    Avião de inteligência eletrônica, Força Aérea do Reino Unido, aeronave número ZJ692, Bombardier Global Express Sentinel R.1, indicativo de chamada #RRR7309, realiza um voo de reconhecimento ao longo da costa do mar Negro da Rússia

    O portal informou que um Bombardier Global Express Sentinel R1 voou a cerca de 66 quilômetros da costa antes de regressar à sua base aérea.

    Menos de um dia antes, um drone do mesmo modelo foi avistado voando a cerca de 62 quilômetros da costa da Crimeia. Tais voos tornaram-se uma ocorrência comum desde a espiral descendente nas relações entre o Ocidente e a Rússia, que começou em 2014 após a reunificação da Crimeia com a Rússia.

    Acúmulo de forças militares

    No ano passado, 3.000 aviões de combate estrangeiros, incluindo cerca de 1.000 aviões espiões, foram vistos voando perto das fronteiras marítimas e terrestres da Rússia. Moscou tem repetidamente condenado o acúmulo de forças militares estrangeiras perto das fronteiras do país, alertando que os movimentos agressivos podem provocar uma escalada para um verdadeiro confronto militar.

    Mais:

    EUA e Noruega farão voo de observação sobre a Rússia
    Militares russos irão realizar voo de observação sobre EUA
    Missão conjunta de 3 países fará voo de observação sobre Rússia e Bielorrússia
    Tags:
    fronteiras russas, drone, Reino Unido, voo de observação
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar