18:19 15 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    3361
    Nos siga no

    O consórcio Helicópteros da Rússia (faz parte da empresa Rostec) está elaborando uma versão ártica do mais pesado helicóptero no mundo Mi-26T2V, declarou o diretor-geral da empresa.

    "A documentação operacional de projeto ainda não está preparada, mas os prazos aproximados já foram determinados. O design técnico do helicóptero ártico Mi-26T2VA foi elaborado e aprovado pela Força Aeroespacial da Rússia, ainda estamos trabalhando nele com a Marinha. Agora estamos aguardando a ordem de encomenda técnica e tática do Ministério da Defesa. Segundo nossos cálculos, a partir do momento do recebimento dela até à criação do protótipo experimental vão passar cerca de dois anos", disse à Sputnik o diretor-geral Andrei Boginsky.

    De acordo com ele, o Mi-26T2VA se destinará à sua utilização nas áreas litorâneas dos mares árticos.

    "Ele possuirá uma série de caraterísticas especificas: fuselagem com isolamento térmico, sistema de aquecimento dos equipamentos principais, meios adicionais de busca e resgate, instalações sanitárias com aquecimento e equipamento especial para cozinhar e aquecer a comida", precisou o interlocutor.

    O novo helicóptero também será usado pela aviação naval, o que significa que os tripulantes poderão usar trajes especiais, para isso será necessário adaptar a cabine. A aeronave terá versões para carga e para transporte de uma força de desembarque.

    Helicópteros árticos no serviço do Exército russo

    A aviação naval da Marinha da Rússia usa uma versão ártica do helicóptero Mi-8AMTSh – o Mi-8AMTSh-VA. O contrato de fornecimento dessas aeronaves para o agrupamento ártico foi assinado com o Ministério da Defesa em fevereiro de 2016.

    As alterações principais do helicóptero Mi-8AMTSh-VA, em comparação com a versão original, são o isolamento térmico reforçado, novos equipamentos de navegação e pilotagem e de comunicação via rádio, incluído um sistema inercial de navegação que funciona na ausência de sinais de satélite, uma porta mais larga e um sistema único de aquecimento dos motores e da transmissão. Graças a este sistema é possível uma ligação rápida do motor do helicóptero.

    Mais:

    Reino Unido envia helicópteros para o Ártico como mensagem a 'todos os adversários'
    Caças Su-35S e Su-30SM realizam manobra impressionante a 600 km/h (VÍDEO)
    Vídeo apresenta novo teste bem-sucedido de míssil interceptor russo
    Tags:
    Força Aeroespacial, Rússia, aviação naval, Marinha da Rússia, helicóptero, Ártico
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar