15:12 21 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Batalhão da OTAN

    OTAN avalia probabilidade de conflito militar com Rússia

    © Sputnik / Stringer
    Defesa
    URL curta
    19037
    Nos siga no

    Um conflito militar entre a Rússia e a OTAN é pouco provável, mas é possível, lê-se no relatório "Por que países bálticos têm importância. Defendendo a fronteira do nordeste da OTAN", publicado pelo Colégio de Defesa da OTAN.

    Segundo o documento, é necessário enviar mais tropas norte-americanas para a região, porque, na opinião do autor do relatório, os Estados bálticos podem se tornar para Moscou em "um meio para destruir a arquitetura da segurança da Europa".

    "Nos últimos dez anos a Federação da Rússia demonstrou a intenção de solapar a arquitetura da segurança europeia. O risco de um conflito militar entre a OTAN e a Rússia é baixo, mas não se pode deixar de o considerar como uma probabilidade. Para reduzir os riscos, o potencial de dissuasão da OTAN nos países bálticos deve ser reforçado com um envio de tropas estadunidenses para solo báltico. O desdobramento de militares deve completar os acordos existentes sobre o aumento de presença avançada", escreveu o autor.

    Tanque norte-americano no porto de Riga, na Estônia
    © REUTERS / Ints Kalnins
    Tanque norte-americano no porto de Riga, na Estônia

    Anteriormente, o Congresso dos EUA propôs oferecer aos membros da OTAN da Europa Oriental, que usam o material bélico fabricado na União Soviética, créditos para comprar equipamento militar americano. Na opinião dos legisladores, os aliados da Aliança Atlântica estão na dependência de Moscou porque eles são obrigados a comprar peças de reposição na Rússia.

    Mais:

    Surpreendido por mau tempo, Airbus da OTAN faz pouso de emergência na Rússia (Fotos)
    Revista americana explica verdadeira razão pela qual OTAN deve temer sistemas russos S-400
    Seria realmente liberdade de manobra? Detalhes dos exercícios da OTAN que cercam Rússia
    Tags:
    conflito, Países Bálticos, OTAN, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar