03:11 26 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    6211
    Nos siga no

    O caça de quinta geração Su-57 está virando um concorrente significativo para os análogos dos outros países, disse analista militar.

    O observador militar do diário russo Komsomolskaya Pravda e coronel aposentado Viktor Baranets revela sua opinião sobre o caça russo de quinta geração Su-57 em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik.

    "Esta é uma aquisição séria para a Força Aeroespacial da Rússia, porque [o exército russo] atualmente não possui um avião que tenha caraterísticas técnicas e táticas comparáveis", disse ele.

    O analista referiu a quantidade de armamento do caça, a aviônica sofisticada e a capacidade de detectar os alvos antes de ele ser detectado pelo inimigo.

    "Ele tem um sistema de navegação avançado e um motor bastante potente", frisou o observador militar Viktor Baranets.

    "O Su-57 é um rival considerável para os análogos estrangeiros daquela classe. A Rússia está adquirindo um punho aéreo muito potente", acrescentou ele.

    Concluindo, o analista militar Viktor Baranets opina que a colocação em serviço de uma aeronave tão poderosa na Força Aérea da Rússia não vai agradar os concorrentes, principalmente os EUA.

    Vale mencionar que a indústria russa está pronta para a produção em série do caça de quinta geração Su-57 e que a primeira aeronave deve ser entregue até o fim do ano corrente.

    O novo caça Su-57 vai ser apresentado às delegações estrangeiros durante o show aeroespacial internacional MAKS 2019, informou o serviço de imprensa da empresa estatal Rosoboronexport aos jornalistas na quarta-feira (29).

    Essa apresentação para as delegações estrangeiras vai acontecer pela primeira vez, porque anteriormente o Su-57 apenas foi demonstrado em voo.

    Mais:

    Rússia poderá vender caças Su-57 para Turquia, se EUA não quiserem mais vender seus F-35
    Mídia: EUA temem que caça russo Su-57 se torne bombardeiro nuclear
    Mídia: caça Su-57 russo pode 'tornar completamente em lixo' material bélico estadunidense
    Tags:
    Força Aeroespacial da Rússia, MAKS, EUA, Rússia, Su-57
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar