15:34 20 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Caça russo da quinta geração Su-57

    Divulgadas novas FOTOS do caça F-16 imitando Su-57 para exercícios de simulação

    © Sputnik / Aleksei Kudenko
    Defesa
    URL curta
    6214
    Nos siga no

    O avião camuflado será utilizado em treinamentos contra potenciais adversários para proporcionar uma experiência realista de combate aéreo aos pilotos dos EUA.

    Foram divulgadas novas imagens de um novo padrão de pintura com o qual o avião estadunidense F-16C será camuflado para adquirir a aparência exterior de um caça russo de quinta geração Su-57.

    O novo padrão de pintura, inspirado no caça russo, permitirá aos pilotos obter durante os exercícios de simulação a mesma visão que teriam se estivessem envolvidos em uma ameaça real. Não se trata apenas da pintura e das cores: as marcações e insígnias do jato russo irão também ser replicadas.

    As imagens compartilhadas pelo comandante da 57ª Ala da Força Aérea dos EUA, Robert Novotny, mostram o chamado Su-57 Fantasma Agressor, implantado na Base Aérea de Nellis, no estado norte-americano de Nevada.

    O pessoal da oficina de corrosão está quase a acabar o Fantasma! Quem está pronto para ver este Agressor no céu?!

    Coincidentemente, há pouco o presidente russo Vladimir Putin anunciou, durante uma reunião com chefes militares realizada em 15 de maio, a incorporação de dezenas de novos caças.

    O presidente disse que Força Aeroespacial da Rússia irá precisar de 76 novos caças Su-57 (o número aproximado de aviões que compõem três regimentos) e, por essa razão, se pode supor que haverá uma divisão formada totalmente por estes aviões.

    Mais:

    Rússia poderá vender caças Su-57 para Turquia, se EUA não quiserem mais vender seus F-35
    Caça russo Su-57 contará com 'bomba inteligente' de alta precisão
    Militares apresentam ao presidente russo Putin caça com míssil hipersônico (VÍDEO)
    Tags:
    Rússia, EUA, simulação, F-16, Su-57
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar