14:43 23 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Destróier chinês Type 055

    Análise: mísseis hipersônicos tornariam destróier chinês Type 055 o mais potente do mundo

    © REUTERS / Jason Lee
    Defesa
    URL curta
    10300

    Os mísseis hipersônicos que deverão armar o destróier de última geração chinês Type 055 fazem com que ele se torne o navio de combate mais poderoso no mundo na sua classe, considera o portal Military Watch.

    Segundo o site, as capacidades de combate do destróier Type 055 causam grande preocupação entre os adversários potenciais da China, por exemplo, o navio é capaz de carregar mais de 100 mísseis de cruzeiro YJ-18, ou de outros tipos, indica o portal.

    A China planeja equipar os novíssimos destróiers com mísseis hipersônicos de nova geração. 

    Na última semana de abril, a China realizou um teste do novo míssil hipersônico contra navios, que, possivelmente, irá equipar o destróier Type 055. Se estima que o míssil tenha alcançado a velocidade de 8 a 10 Mach, recorda o Military Watch. 

    "Se o Type 055 for armado com os novos mísseis hipersônicos, as capacidades do destróier chinês ultrapassariam as de outros navios desse tipo, particularmente, norte-americanos", opina.

    Atualmente a China está realizando um programa de modernização da sua Marinha. É provável que, no futuro, o destróier Type 055 inclua um canhão eletromagnético, armamento contra satélites e, ainda mais importante, mísseis hipersônicos de cruzeiro de longo alcance, refere o portal. 

    Um trunfo fundamental para a China prosseguir a modernização de muitos dos seus sistemas militares é o acesso a tecnologias-chave, não só a partir da sua própria investigação militar, que embora bem financiada só recentemente começou a operar a um nível próximo da dos principais concorrentes, como a Rússia e os Estados Unidos, mas também de muitas das mais recentes tecnologias desenvolvidas pelo sector de defesa da Rússia.

    Os crescentes laços sino-russos na área da defesa, que alegadamente atingiram níveis de cooperação suficientes para envolver a partilha de informações altamente confidenciais sobre mísseis e sistemas de alerta precoce permitiram a Pequim adquirir tecnologias de ponta para os seus aviões de combate, defesa aérea, submarinos e, muito provavelmente, para a sua nova geração de mísseis de cruzeiro.

    "A maioria dos mísseis de cruzeiro chineses antinavio foi elaborada com base nos mísseis russos, por exemplo, o YJ-12, CX-1 e YJ-91. Mais, são esses mísseis que deverão equipar os navios de classe Type 055", revela o portal. 

    A Rússia, de fato, é uma fonte valiosa de tecnologias, especialmente na esfera dos mísseis de cruzeiro, porque Moscou tem um programa parecido de elaboração desse tipo de armamento, concluiu o site analítico Military Watch.

    Mais:

    Marinha dos EUA pode mover caçadores de submarinos para rastrear Rússia e China no Alasca
    Marinha de Taiwan comissiona 2 navios de guerra feitos nos EUA em meio a tensões com China
    EUA e China 'irão se encontrar cada vez mais no mar', diz comandante da Marinha dos EUA
    Tags:
    tecnologia militar, Type 055, Marinha da China, China, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar