00:20 26 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Caça da quinta geração Su-57 no salão aéreo MAKS-2017

    Mídia: Defesa aérea turca pode vir a ser uma das mais capazes do mundo

    © Sputnik / Evgeny Biyatov
    Defesa
    URL curta
    11221

    As Forças Armadas turcas têm procurado melhorar as suas capacidades de defesa aérea desde o final da década de 2000.

    Para tal, o país passou a considerar a aquisição de alguns sistemas antimíssil, como o norte-americano Patriot e o russo S-400.

    A Turquia acabou por optar pelo sistema russo S-400, o que irritou profundamente o Ocidente, que tentou e tenta a todo custo fazer com que os turcos abandonem o contrato com os russos e adquiram os sistemas norte-americanos.

    Considerando que todas as tentativas para convencê-los falharam, os EUA passaram a ameaçar a Turquia com sanções econômicas e congelamento das entregas de caças F-35, comprometendo o programa de modernização da Força Aérea turca, bem como da Marinha, que esperava contar com aeronaves de pouso vertical.

    Frente à ameaça norte-americana, a Turquia passou a considerar a compra de equipamentos russos, como é o caso do caça de quinta geração Su-57, que pode vir a suprir as necessidades dos turcos.

    Agora, as autoridades turcas consideram a possibilidade de adquirir não só os sistemas antimíssil S-400, mas também os caças Su-57 e os sistemas ainda mais avançados S-500.

    O interesse turco pelo sistema S-500 surgiu em 2017. Logo no ano seguinte, o presidente reiterou o interesse de seu país não apenas em adquirir, mas também em fabricar o sistema em conjunto com a Rússia.

    "Entrei em contato com o presidente Putin com uma proposta sobre a produção conjunta do S-500 […]", declarou o presidente turco, segundo o portal Military Watch.

    Segundo a agência de notícias turca Anadolu, Sergey Chemezov, CEO da Rostec, a Rússia está disposta a autorizar a Turquia a desenvolver conjuntamente o sistema S-500, que, em suas palavras, "[…] será o sistema de defesa aérea russo de última geração e único no mundo […]".

    Entre as capacidades conhecidas do S-400 e do S-500 estão a de derrubar satélites e interceptar mísseis hipersônicos, aeronaves hipersônicas e aviões espaciais.

    Se a Turquia vier a dispor das capacidades complementares do S-500, o país passaria a contar com uma das defesas aéreas mais capazes do mundo, como munições diversificadas e alcances que variam entre 200 e 600 km.

    Além disso, o país também contaria com o caça Su-57, equipado com mísseis ar-ar de longo alcance K-77 e R-37M, complementando suas capacidades.

    Entretanto, no momento, a Turquia permanece com um sistema de última geração adquirido e outros dois em análise, não se sabendo até que ponto está disposta a comprometer os seus laços com o resto da OTAN.

    Mais:

    Turquia está interessada em outras armas russas além do S-400, diz estatal russa
    Turquia receberá primeiro S-400 em julho apesar da pressão dos EUA, diz oficial russo
    Turquia continuará na produção de caças F-35
    Tags:
    avião de assalto, sistema de defesa antiaérea, sistema de defesa aérea, equipamento militar, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar